Ao Vivo

Não é frescura: mulheres produzem melhor em ambientes quentinhos, descobre ciência

08/08/2019 às 10:00.

Você passa o dia encolhida na sua mesa de trabalho tentando manter o corpo aquecido na temperatura congelante do escritório? Tem dificuldade de digitar no computador e até de raciocinar, tamanho é o frio? Já cansou de reclamar para o RH da empresa e não entende como pode ter gente trabalhando só de camiseta numa boa do seu lado?

Você não está sozinha (ou louca). Aparentemente, ambientes quentes são mais favoráveis à produtividade das mulheres. Pelo menos foi o que concluiu um estudo que avaliou a performance de homens e mulheres em baixas e altas temperaturas.

Ambientes quentes são melhores para o desempenho de mulheres

mulher frio trabalho 0519 1400x800
ESB Professional/Shutterstock

Desenvolvido pela Escola de Negócios Marshall, de Los Angeles, e pela WZB Berlin Social Science Center, de Berlim, um recente estudo revelou que a performance de mulheres foi melhor em temperaturas elevadas ao realizarem testes verbais e de matemática.

Para a conclusão do estudo, um grupo diversificado de 543 estudantes participaram do experimento conduzido em Berlim.

A cada um dos integrantes da pesquisa foi pedido para completar três diferentes testes em um determinado tempo. Os exames foram realizados em ambientes cuja temperatura era aumentada de 16°C para 32°C e, posteriormente, os resultados foram avaliados com base no desempenho.

mulheres trabalho 1400x800 1118
Rawpixel.com/shutterstock

Ao final dos testes, os autores do estudo encontraram uma relevante relação entre a temperatura do cômodo onde foram realizados os testes e o desempenho dos participantes.

Enquanto mulheres tiveram performance mais alta nos testes feitos em temperaturas elevadas, homens se saíram majoritariamente melhor quando os testes foram realizados em baixas temperaturas.

ar condicionado controle 0816 1400x800
Africa Studio/Shutterstock

O que o estudo concluiu foi que a temperatura é um fator importante não só para determinar o conforto de cada gênero, mas também no que se refere à produtividade e performance cognitiva.

“Variações na temperatura dos ambientes podem afetar significativamente e diferencialmente a performance cognitiva de homens e mulheres”, dissertaram os autores da pesquisa.

Via: Vix