Mulheres se unem para apoiar a mãe que fugiu para não entregar seus filhos ao pai agressor

03/08/2017 às 10:38.

Para a espanhola Juana Rivas, é melhor enfrentar a justiça ou mesmo a polícia do que entregar seus filhos ao seu agressor. Denunciado por Juana em 2009 e 2016 – e condenado em uma das acusações, por violência de gênero, com pena de prisão e afastamento – depois que a mãe fugiu da Itália, onde vivia com o agora ex companheiro e os dois filhos, para Granada, na Espanha, o pai, Francesco Arcuri, agora entrou na justiça para que as crianças voltassem com ele para a Itália. O dilema de Juana sacudiu a Espanha, e deu início a uma verdadeira campanha.

Pois para evitar que seu agressor pudesse levar seus filhos, Juana abandonou recentemente sua casa e se pôs em paradeiro desconhecido com seus dois filhos, como uma exilada de sua própria vida, mesmo tendo sido ela a agredida. Juana Rivas corre o risco de ser denunciada por sequestro, especialmente depois que uma corte espanhola decidiu que os filhos retornassem à Itália com o pai.

 

O pai, Francesco Arcuri

Em entrevista recente, o pai negou qualquer acusação de violência. “Não vejo meus filhos desde o ano passado. Eu quero poder segura-los no colo”, disse Arcuri. Já Juana, em aparição na semana passada, afirmou que lutará até o fim. “Se eles querem roubar meus filhos, eu os defenderei até meu último suspiro”.

\

As campanhas de apoio à Juana inundaram as redes sociais, com hashtags como #YoSoyJuanaRivas e #JuanaEstáEnMiCasa. “Se a justiça permite isso, é necessário mudar as leis”, disseram muitas mensagens em apoio, enquanto milhares de mulheres foram às ruas no país.

 

Até o primeiro ministro Mariano Rajoy demonstrou apoio à Juana. “Se coloquem no lugar dessa mãe. Ela foi viver na Itália, foi agredida duas vezes, voltou, seu marido foi condenado”, afirmou. A justiça exige que pai e mãe compareçam a uma audiência no próximo dia 8 de agosto, para que se possa decidir o futuro do caso que acendeu a Espanha.

Abaixo um vídeo do Playground onde é possível ver imagens das manifestações que têm acontecido a favor da luta de Juana.

Via: Hypeness