Mulher se engasga com comida e morre em restaurante do Centro

11/09/2017 às 13:55.
Mulher se engasga com comida e morre em restaurante do Centro

Foto: Colaboração/RedeNews 24H

 

A Polícia Civil vai investigar a morte de uma mulher num restaurante dançante da Rua Desembargador Ermelino de Leão, no Centro de Curitiba, no começo da manhã desta sexta-feira (8). A suspeita é de que ela tenha se engasgado com a comida.

Conforme o informado pela polícia, algumas pessoas perceberam que a mulher estava com a cabeça abaixada na mesa e acharam que ela dormiu. Estranhando, algum tempo depois, funcionários do local perceberam que ela estava sem os sentidos e chamaram o Samu, mas já era tarde.

Segundo a polícia, os socorristas constatam que havia comida nas vias aéreas da vítima, e ela morreu justamente por obstrução. Para os policiais da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), tudo indica que ela possa ter se afogado com comida e como ninguém percebeu, acabou morrendo sem conseguir respirar.

“De qualquer forma, o inquérito foi aberto. Vamos esperar os laudos todos saírem, para finalizarmos as investigações”, explicou o delegado Fábio Amaro.

 

Alerta importante

 

O que aconteceu no restaurante serve como um alerta às pessoas, pois segundo socorristas do Samu, se a mulher tivesse sido socorrida em tempo, poderia ter sobrevivido. Nestes casos de afogamento existe uma manobra, chamada de manobra de Heimlich, que se for bem aplicada pode resolver a situação e salvar uma vida.

 

Como fazer?

 

manobra-afogamento

Foto: Reprodução

 

Para fazer essa manobra, enquanto uma pessoa chama o Samu 192, outra pessoa deve se posicionar atrás da vítima, colocar uma das pernas entre as pernas da vítima, fechar o punho e posicioná-lo com o polegar para dentro entre o umbigo e o osso esterno. Com a outra mão, deverá segurar o seu punho e puxar as mãos em sua direção, com um rápido empurrão para dentro e para cima a partir dos cotovelos.

A pessoa deve comprimir a parte superior do abdome contra a base dos pulmões, para expulsar o ar que ainda resta e forçar a eliminação do alimento que está bloqueando as vias aéreas. Para que seja bem sucedida, essa manobra deve ser repetida de cinco a oito vezes com empurrões fortes para desbloquear as vias.

Todo cuidado é pouco

 

A manobra pode ser feita por qualquer pessoa que acredite conseguir fazer. Caso a vítima fique inconsciente, a manobra deve ser parada e o trabalho passa a ser feito por um socorrista. É importante alertar ainda que a manobra de Heimlich não se aplica da mesma maneira para grávidas.

Fonte: Tribuna