Motoristas e cobradores de ônibus devem parar parcialmente na sexta-feira

27/06/2017 às 08:06.

Ao contrário dos protestos anteriores, categoria não vai suspender as atividades por completo ao longo do dia, optando por atos menores e mais localizados

Os moradores de Curitiba terão ônibus durante a greve articulada por centrais sindicais para a próxima sexta-feira (30). De acordo com o Sindicato dos Motoristas e Cobradores de Ônibus de Curitiba e Região Metropolitana (Sindimoc), a categoria não vai interromper o serviço de transporte público por completo na cidade, ao contrário do que aconteceu durante as greves gerais de março e abril. Desta vez, afirma que a intenção é realizar protestos mais localizados.

Foto: Albari Rosa/Gazeta do Povo

O sindicato explica que a intenção é trabalhar com a ideia de um dia de luta e mobilizações no lugar de uma greve propriamente dita. O Sindimoc cogita uma paralisação temporária em algum momento do dia, uma mobilização na entrada dos turnos, durante a madrugada, ou mesmo um ato com motoristas e cobradores. A definição deve ser feita ao longo desta semana.

Assim como nas greves gerais, os atos programados para o próximo dia 30 têm como motivação a mobilização contra as reformas trabalhista e da Previdência e várias outras categorias já anunciaram posicionamento. O Sindimoc diz que, embora não pretenda parar em definitivo na data, se posiciona contra as medidas propostas pelo governo federal. Nas últimas duas greves, em 15 de março e 28 de abril, os ônibus não circularam por Curitiba e Região Metropolitana, o que complicou a vida de muita gente.

Via: Gazeta Do Povo