Ao Vivo

Motorista de app adota cachorra que passageira ia sacrificar

07/12/2020 às 08:40.

Emerson e Vida – Fotos: arquivo pessoal

É de mais gente assim que o mundo precisa! Um motorista de aplicativo aceitou levar uma passageira com uma cachorra.

No meio do caminho ele ouviu telefonemas dela dizendo que estava decidida e ia sacrificar a bichinha porque ela estava com uma doença grave, muito cara para ser tratada.

“Falando com a irmã, ela soltou que iria fazer uma eutanásia na cachorra, isso mesmo gente, ia matar a cachorra com uma injeção. Por que? Ela levou a cachorra em um veterinário que disse que tinha uma suspeita de [uma doença muito grave] e que a cirurgia seria R$ 5 mil e os exames mais de R$ 1 mil e que não teria dinheiro pra fazer isso”, contou o motorista Emerson Lima, do Rio de Janeiro. https://1265593e70fba36d4c022fd274b06158.safeframe.googlesyndication.com/safeframe/1-0-37/html/container.html

Impressionado com a história, sabe o que ele fez? Perguntou para a passageira se poderia ficar com a cachorra.

E a mulher concordou.

“Demos meia-volta para Copacabana, ela entregou o saco de ração e as vasilhas da cachorra […], agradeci e fui embora. Ela nem se despediu”, disse Emerson.

Vida

Ele não sabia direito o que fazer, mas estava decidido a ajudar da cachorra e deu a ela o nome de Vida.

“Liguei logo pra um amigo que adora cachorro e pedi ajuda […] para levá-la em uma clínica. Fizemos um ultrassom, que constatou um nódulo de 2 centímetros no ovário”, explicou o motorista.

Ele pegou a cachorra no final do mês passado e a cirurgia foi marcada para a semana seguinte.

De acordo com Emerson, os exames ficaram em R$ 120 e o procedimento cirúrgico R$ 600, valor muito abaixo do informado pela mulher que queria sacrificar a Vida.

“É chocante pensar que a eutanásia custaria R$ 500, valor equivalente ao tratamento que salvará a vida da cachorrinha”.

Emerson está determinado a das à Vida a vida amorosa e tranquila que ela merece. “Quando nos esforçamos […] conseguimos mudar não só a realidade de pessoas mais também de animais; hoje eu vi mais uma vez que o que importa não é o que você mostra para os outros e sim o que tem no seu coração”, concluiu o motorista.

Com informações do CatioroReflexivo

Via: Só Notícia Boa