Ao Vivo

Modelo imobiliza motorista de app e salva mãe e filha de espancamento

20/03/2019 às 09:58.

Mãe e filha foram salvas por uma blogueira fitness. Jully Oliveira impediu que um homem continuasse agredindo duas mulheres com socos e chutes em São Paulo. O caso aconteceu na última terça-feira (12). A jovem passava de carro quando percebeu que havia algo de errado.

“Quando a gente passa e vê uma mulher ser espancada, bicuda, soco na boca. Não era tapinha. Coisa pesada mesmo, muito pesada. Falei: ‘para o carro agora’, na hora. Estava numa avenida e não dava para dar ré”.

– Epidemia de feminicídio escancara o machismo estrutural da sociedade brasileira

– ‘Mulher decente não dá tanto problema’, diz vereador de cidade do Rio Grande do Sul

– Após post de Maisa, Bruna Marquezine retorna ao Instagram com textão feminista

A modelo, que narrou tudo nas redes sociais, diz que ambas foram agredidas porque o motorista se recusou em parar o carro para que a mãe vomitar. Ele não queria sujar o veículo e ainda ameaçou encerrar a viagem no meio.

15 homens assistiram tudo sem fazer nada

Jully, então, imobilizou o condutor e mostrou preocupação com estado de saúde das vítimas.

“Chegando lá ele entrou no carro e largou a senhora no chão (ela não conseguia andar) e então carreguei ela no colo e sai correndo com ela nos meus braços e ela gritava e chorava ‘minha filha está dentro do carro’. Adrenalina era tão grande que eu nem sentia o peso dela”, encerrou.

Ela ainda deu uma bronca nos outros 15 homens que assistiram tudo sem fazer nada. “Briga de marido e mulher se mete a colher sim, o braço, o joelho, o que for preciso. Ele bateu em duas mulheres por ser machão e uma sozinha derrubou, humanidade, por favor”.

Jully e o namorado Thiago foram até a delegacia. Ela conta que o motorista alegou ter sido espancado. “Ele não foi preso. Não aconteceu nada. Ele foi pro UPA e eu quase me encrenquei por ter imobilizado o cara”.

Via: Hypeness