Ao Vivo

Modelo 1930 | Doutor 98

19/04/2017 às 12:40.

A história de hoje é sobre dois velhinhos. Seu Ramiro e seu Luís.

 Num largo sorriso ele entrou em meu consultório.

Lá de cima dos seus 86 anos, seu Ramiro chegou saltitante para mais uma consulta anual. Por incrível que pareça, ele não faz uso de nenhum medicamento diário. Piadista, sempre que diz que toda sua vitalidade e saúde se devem ao ‘estica-velho’, se referindo aos aparelhos de ginástica na pracinha perto de sua casa. Na verdade, seu Ramiro é um exemplo de como tocar a vida sem vícios ou excessos. Com sabedoria e alguma simplicidade.

Depois de pedir seus exames de rotina, me despedi feliz e chamei o próximo paciente, seu Luís.

Foi nesse momento que fui surpreendido pelas coincidências curiosas da vida. Ao olhar em seu prontuário, percebi que a data de nascimento era justamente a mesma de seu Ramiro.

Contudo, a semelhança terminou logo por ali. Embora ambos fossem ‘modelo 1930’, seu Luís levou algum tempo para conseguir chegar ao consultório.

Pressão alta, colesterol alto, diabetes descompensada, pulmão tabagista, fígado gordo, coração recauchutado… para continuar ‘funcionando’, seu Luís precisa fazer uso diário de nove medicamentos.

Quanta diferença entre os dois…

Enquanto um vive, o outro apenas sobrevive.

É claro que muitas doenças aparecem independente de nossos hábitos de vida. Mas muita coisa acaba sendo a colheita do que plantamos por muitos anos.

Não é minha intenção julgar seu Luís. Pra ser sincero, me identifico muito mais com ele do que com seu Ramiro. Por isso mesmo, lamento o modo como sucateamos nossa própria saúde, ignorando qualquer necessidade de manutenção ou revisão ao longo da estrada da vida.

Essa estrada é difícil para todos.

Mas embarcados numa lata-velha, tudo é muito pior.

Pense nisso. Até a próxima, se cuida!

Ouça:

Dr Carlos Valério Andrade| CRM-PR 35.499

Doutor 98 – De Seg a Sex ás 10hrs em 98,9fm ou ouça online