Ao Vivo

Ministério Público abre ação contra Prefeitura de Curitiba por irregularidades em abrigos para crianças e adolescentes

11 de maio de 2024

Foto: Comunicação FAS

Por g1

O Ministério Público do Paraná (MP-PR) abriu uma ação civil pública contra a Prefeitura de Curitiba e a Fundação de Ação Social (FAS) por irregularidades encontradas em abrigos municipais para crianças e adolescentes como a Casa do Piá 1.

A abertura da ação pela 2ª Promotoria de Justiça da Criança e do Adolescente da capital foi divulgada nesta sexta-feira (10) e abrange as entidades de acolhimento que integram a política de assistência social do município. O caso tramita sob sigilo.

As apurações pela promotoria começaram após reportagem, publicada em 25 de abril, denunciar maus-tratos contra crianças e adolescentes abrigados na Casa do Piá 1. A unidade abriga menores de idade acolhidos por determinação judicial.

“A judicialização da questão foi decidida após tentativas frustradas de resolver a situação extrajudicialmente, diante da inércia e da omissão dos responsáveis pela política de assistência social do Município, inclusive após denúncias específicas, publicadas pela imprensa, de maus-tratos cometidos contra três adolescentes acolhidos institucionalmente”, afirmou o MP-PR.

Saiba mais