Michel Teló troca as fraldas de Teodoro na madrugada e usa som de útero para acalmar o filho

04/09/2017 às 15:03.

A licença-paternidade acabou. Foi só o pequeno Teodoro completar 1 mês de vida, no último dia 25, para o papai Michel Teló voltar à ativa. Enquanto o “Fantástico” exibe a segunda temporada do “Bem sertanejo”, o cantor lança o CD e DVD ao vivo e oriundo do projeto que exalta as raízes do gênero musical, e dá início às gravações de mais uma edição do “The voice Brasil”, do qual participa como técnico pela terceira vez, na próxima quarta-feira.

— Separei uns dias para apoiar a Thaís (Fersoza, sua mulher, de 33 anos) e curtir esse momento mágico. Agora, vou ter que me dividir entre os shows e a Globo. O bom é que a família toda vai estar comigo no Rio — conta o artista de 36 anos, confiante em mais uma vitória de seu time no reality musical: — Sou pé quente, vou tentar o tricampeonato.Taís, Melinda, Teodoro e Teló: família felizTaís, Melinda, Teodoro e Teló: família feliz

 

 

 

Foto: Reprodução de Instagram

Radicado em São Paulo, o paranaense mantém um apartamento em terras cariocas desde os tempos em que eram só ele e Thaís. Mas o imóvel ficou pequeno para abrigar o casal mais Teodoro e Melinda, de 1 aninho.

— Tive que arrumar um teto maior, a família cresceu rápido demais, sô — diz ele, que nas horas vagas não foge das responsabilidades de pai: — As fraldas da madrugada são minhas, quando estou em casa. Se Teodoro acorda chorando, eu pego no colo para acalmar, canto, uso aplicativo de celular que faz som de útero, de secador de cabelo… Vou testando o que ele gosta. Melinda já entrou no esquema, dorme onze horas seguidas. Estamos rezando muito para que o irmãozinho dela siga o mesmo exemplo.

Teodoro completou 1 mês de vida em 25 de agosto
Teodoro completou 1 mês de vida em 25 de agosto Foto: Reprodução de Instagram

Lindinhos e carismáticos, os filhos de Teló e Thaís viraram xodó nacional. Com frequência, o cantor e a atriz recebem enxurradas de curtidas e comentários simpáticos nos posts com as fofuras da dupla. A exposição nas redes sociais não é problema.

— Melinda e Teodoro, hoje, são conhecidos como nossos filhos, mas vão ganhar o mundo, de qualquer maneira. A gente se orgulha das fofurices deles, e os fãs têm um carinho tão grande pela gente, que acaba sendo uma troca muito positiva. Teodoro já virou até meme, de tanto que dorme — acha graça Teló, que vive num grude só com sua princesinha: — Ela é carismática demais! A sensação que tenho é de que percebe quando vou viajar e demorar a voltar, aí fica num chamego comigo…

Com Ivete Sangalo, Carlinhos Brown e Lulu Santos: técnicos do “The voice Brasil”
Com Ivete Sangalo, Carlinhos Brown e Lulu Santos: técnicos do “The voice Brasil” Foto: Mauricio Fidalgo/Rede Globo/Divulgação

‘Bem sertanejo’ em várias versões

Quadro do “Fantástico”, livro, coletânea em CD e DVD, espetáculo teatral, show e CD e DVD ao vivo. Projeto encabeçado por Michel Teló, o “Bem sertanejo” rende frutos desde 2014, quando estreou no programa dominical da TV Globo. Depois de passar por vários formatos, agora é lançado como registro audiovisual, feito em Curitiba, em março deste ano. Pensa que parou por aí?

— Esse universo sertanejo é tão rico, tem tanta história pra contar e música pra cantar, que eu acho que posso fazer muitas edições dele, pro resto da vida — brinca Teló, acrescentando que ainda não conseguiu gravar com alguns artistas de quem é fã: — Falta, por exemplo, falar com Matogrosso & Mathias, Edson & Hudson, Gilberto & Gilmar… Tantos nomes! É difícil encontrar todo mundo. Por isso é um projeto que tem vida longa.

Teló canta e conta as histórias da música sertanejo no novo DVD
Teló canta e conta as histórias da música sertanejo no novo DVD Foto: Divulgação

“Bem sertanejo — O show” tem 21 faixas, divididas entre repertório tradicional, com clássicos como “Menino da porteira”, “Chico Mineiro”, “Estrada da vida”, “Fio de cabelo” e “Saudade da minha terra”; sucessos de Teló como “Ei, psiu, beijo me liga” e “Ai, se eu te pego”; além de nove músicas inéditas. Assim como o espetáculo teatral fazia um passeio pela história do sertanejo, da viola caipira até a cena contemporânea, por meio de um elenco de atores, desta vez Teló conta e canta, sozinho em cena (fora a banda), essa trajetória. E recebe as duplas Jorge & Mateus (“Coisa de Deus”) e Maiara & Maraisa (“Modão duído”) e a cantora Marília Mendonça (“Por trás da maquiagem”) para interpretarem juntos estas novidades.

— Eu e Marília não nos conhecíamos pessoalmente. Só tínhamos nos falado por telefone, mandei a música para ela pelo WhatsApp. A primeira vez que a gente se encontrou e deu um abraço foi no palco, já na gravação. E foi muito especial, a energia fluiu bacana — revela o anfitrião.

Com Marília Mendonça: os dois só se conheceram pessoalmente no palco
Com Marília Mendonça: os dois só se conheceram pessoalmente no palco Foto: Divulgação

Em 2018, Teló completará 25 anos de carreira. São 7 desde que o paranaense explodiu mundialmente com o hit “Ai, se eu te pego”. Apesar das boas perspectivas a cada novo trabalho, ele diz que não se ilude, imaginando que uma outra canção sua possa ganhar tamanha projeção.

— “Ai, se eu te pego” foi algo totalmente fora da curva. Não crio mais a expectativa de lançar uma música em português e ela estourar em vários países. Tenho consciência da dificuldade em fazer um sucesso assim. O que espero, hoje, é que a galera se divirta e se emocione com cada novidade que eu apresentar — afirma, modesto, o representante de um gênero musical em ascensão há tempos: — O grande desafio de todo artista é se reinventar. O sertanejo tem estado em alta desde os anos 90. Não posso prever o futuro, mas sei que tem gente muito talentosa por aí para dar continuidade a esse sucesso por muito tempo ainda.

Via: Jornal Extra