Ao Vivo

Mercado de Curitiba é interditado por vender queijos e iogurtes com a data de validade adulterada

21/05/2020 às 08:12.

Foto: Pixabay

Um mercado no bairro Capão da Imbuia, em Curitiba, que vendia produtos alimentícios com prazos de validade vencidos foi alvo de uma ação da Polícia Civil (PCPR) e Vigilância Sanitária que interditou o local na manhã desta quarta-feira (20). O responsável pelo mercado, um homem de 37 anos, foi preso em flagrante. Uma denúncia feita ao Ministério Público levou as equipes até o local.

Conforme informou a PCPR, o mercado já havia sido denunciado outras 24 vezes, desde o ano de 2006, por ofertar produtos impróprios para consumo. Além disso, a Vigilância Sanitária já havia autuado o estabelecimento aproximadamente 16 vezes pela mesma razão.

Dentro do mercado foram encontrados diversos alimentos com prazo de validade vencido, expostos na área de venda e também dentro do depósito. Entre os produtos estavam queijos, presuntos e iogurtes vencidos com data de 2018. Os alimentos eram mantidos em câmara fria. Caixas de cigarros paraguaios também foram encontradas no local.

Parte dos produtos apreendidos. Foto: Divulgação

Materiais como panos sujos com tintas, acetona e algumas canetas que serviam para apagar a data da validade dos produtos também foram encontrados pela PCPR. No local, os policiais civis constataram que em produtos do mesmo lote haviam datas de validade diferentes, o que evidenciava adulteração. Segundo os policiais, um produto com prazo de validade de 45 dias prescrito pelo fabricante era alterado para 210 dias, equivalente a sete meses.

O responsável pelo mercado foi preso e autuado em flagrante por indução do consumidor ao erro e falsidade material.  Os produtos alimentícios apreendidos foram encaminhados à criminalística, e se constatado que estavam impróprios para consumo, o homem também poderá responder por comercialização de produto impróprio ao consumo.

Via: Tribuna Do Paraná