Menino com autismo recria Titanic usando 56 mil peças de Lego

15/01/2019 às 15:42. Comente esta notícia!

 

Sair da sombra dos preconceitos e ideias supostamente incontestáveis a respeito do autismo pode se dar das maneiras mais diversas para quem vive com tal condição, até que o autismo se torne mais uma característica do que uma limitação. Foi o que aconteceu com o jovem islandês Brynjar Karl Birgisson, de 15 anos – portador de transtorno de espectro autista, ele encontrou sua porta de saída através de um caminho um tanto peculiar, e proporcionalmente incrível: Brynjar construiu a maior reprodução em Lego do Titanic já feita.

Com cerca de 8 metros de comprimento e 1,5 de altura, o feito foi confirmado como sendo o maior do tipo no mundo pelo Titanic Pigeon Force, museu nos EUA dedicado à memória da embarcação que naufragou no Atlântico Norte em 15 de abril de 1912. A réplica criada por Brynjar estará em exibição no museu a partir do próximo dia 21.

Para tornar-se uma atração do museu, porém, ela precisará vir diretamente de Reykjavík, capital da Islândia, onde o jovem mora e onde foi construída. O projeto, no entanto, foi realizado quando Brynjar tinha apenas 10 anos, e levou 11 meses para ser concluído – com a ajuda de seu pai, que fez a planta do navio, e de sua mãe, que agiu como sua “técnica e mentora”, segundo Brynjar. Se cada peça de Lego mede poucos centímetros, vale o cálculo: são cerca de 56 mil peças.

 

 

Sua inspiradora história já o levou 3 vezes da Islândia aos EUA – em uma delas para dar uma palestra em um TEDx Kids, na Califórnia. “Nunca imaginei que meu projeto pudesse ter tanto impacto. Toda essa jornada me ajudou a sair da sombra do autismo. Eu continuo com autismo e vou continuar, mas eu me treinei para ser ‘o mais normal possível’. Isso quer dizer que eu era totalmente incapaz de me comunicar quando comecei o projeto e agora eu me sento e consigo dar entrevistas“, ele disse. Vale frisar que sua replica não é só imensa: é também incrível.

 

 

 

 

 

Fonte:  Hypeness