Ao Vivo

Menino afegão ganha prótese para perna, comemora dançando e viraliza nas redes

09/05/2019 às 08:58.
O menino afegão Ahmed Sayed comemora sua nova perna protética

O menino afegão Ahmed Sayed comemora sua nova perna protética Foto: Reprodução

Menino afegão de 5 anos, Ahmad Sayed Rahman, viralizou nas redes sociais em vídeo celebrando sua nova perna protética em um quarto de hospital em Cabul.

Com sorriso de orelha a orelha, conquistou corações no Afeganistão depois que um pequeno vídeo dele dançando sem esforço com seu novo membro foi postado esta semana no Twitter.

Sua mãe, Rayessa, disse que Ahmad e sua irmã foram atingidos durante um tiroteio e ambos ficaram gravemente feridos.

— Ele está sempre dançando e mostrando como está feliz por ter uma perna artificial — disse Rayessa a repórteres no centro ortopédico da Cruz Vermelha na capital afegã na terça-feira.

Ahmad, cuja perna foi amputada abaixo do joelho quando tinha apenas oito meses de idade, é um paciente de longa data, disse seu fisioterapeuta Semeen Sarwari.

— Estou muito feliz por ele ter recebido essa perna artificial e que agora ele pode ser independente — acrescentou ela, enquanto Ahmad dançava ao som de um celular.

Como o garoto ele está crescendo rápido, ele vai precisar de uma nova perna a cada ano. Esta nova prótese já é a quarta de Ahmad.

Ahmad e seus pais, que são trabalhadores rurais, vêm da província de Logar, ao sul de Cabul, onde as lutas entre o Talibã e o exército afegão apoiado pelos EUA são frequentes.

Ahmad recebeu sua primeira prótese com apenas 1 ano. Logo aprendeu a dançar, e sua alegria é evidente para todos.

Mais de 500 mil pessoas assistiram ao vídeo no Twitter um dia depois de ter sido postado na segunda-feira.

Na terça-feira, ele estava mostrando suas habilidades para os repórteres em Cabul e foi atração dos noticiários locais.

Ano mortífero

Somente em 2018, 3.804 civis — incluindo mais de 900 crianças — foram mortos no Afeganistão e outros 7 mil ficaram feridos, segundo as Nações Unidas. Foi o ano mais mortífero para os civis no conflito do Afeganistão.

Tadamichi Yamamoto, chefe da Missão de Assistência das Nações Unidas no Afeganistão, disse que um “número chocante” de civis ainda está sendo mortos ou mutilados, e pediu a todas as partes que façam mais para protegê-los.

As negociações de paz estão em andamento entre os EUA e o Talibã, mas estão se movendo devagar, aumentando a angústia dos afegãos comuns que não têm idéia do que o futuro pode representar para seu país.

O vídeo de Ahmad foi filmado por Mulkara Rahimi, outra fisioterapeuta no centro da Cruz Vermelha. Em seus 10 anos de atividade profissional, ela viu muitos pacientes como ele.

— Ele estava tão feliz com a nova prótese que eu só queria registrar sua felicidade. Eu amo meu trabalho— disse Mulkara.

Via: Jornal Extra