Menina escreve carta para a mãe, falecida há 4 meses, e obtém resposta de carteiro

11/04/2019 às 09:23.

Ella Lennon, uma garotinha de 4 anos, escreveu uma carta para a mãe, falecida há quatro meses, na tentativa de marcar um encontro para o Dia das Mães em Kilmarnock, na Escócia.

A menina postou a carta com o seguinte endereço: 1 Angel Gate, Clouds, Heaven (Portão do Anjo 1, Nuvens, Céu).

Uma foto da cartinha foi publicada online por Linda Ross, irmã de Jennifer, que faleceu vítima de um agressivo câncer no cérebro. Em um trecho, Ella escreve que a mãe é ‘uma em um milhão’.

Menina escreve carta para a mãe, morta há 4 meses, e obtém resposta

Assim que chegou ao Royal Mail (os Correios do Reino Unido), a carta não pôde ser entregue, infelizmente.

No entanto, como havia o nome e endereço do remetente, a garotinha obteve uma resposta. Ao ler a carta, um funcionário do Royal Mail decidiu respondê-la como se fosse Jennifer.

Dois dias após o envio, Ella recebeu finalmente a resposta da “mãe”.

“Um estranho do Royal Mail usou o seu tempo para responder e fazer uma garotinha feliz. A carinha dela brilhou com um sorrisão. Há pessoas maravilhosas neste mundo. Nem sei como agradecer”, escreveu Linda.

A resposta diz:

Menina escreve carta para a mãe, morta há 4 meses, e obtém resposta

“Minha linda Ella, muito obrigada pela carta de Dia das Mães. Você é uma em um milhão para mim e eu a amo demais. Milhões, bilhões, trilhões são o quanto eu a amo. Você está crescendo e se tornando uma meninona esperta e especial. Tenho muito orgulho de você. Estou no Paraíso cuidando de você todos os dias. Muito beijos e abraços. Mamãe.”

Menina escreve carta para a mãe, morta há 4 meses, e obtém resposta

“É a coisa mais linda que eu já vi”, escreveu Margaret O’Neill na rede social.

“Que pessoa especial você é, quem quer que você seja. Fez uma garotinha feliz”, opinou Janet Macnamara.

Uma porta-voz do Royal Mail se manifestou:

“Todos ficamos sensibilizados com essa história tocante.”

Porém o autor da “carta de Jennifer” permanece anônimo. Melhor assim.

Via: Razões Para Acreditar