Marido espanca a mulher e depois a joga em piscina para morrer afogada

 

O ano nem começou direito e o Paraná já registra mais um caso de violência brutal contra mulheres. O episódio, registrado no final da tarde de ontem em Matinhos, no litoral do Paraná, terminou com uma mulher de 25 anos espancada e jogada na piscina de uma casa no Balneário Inajá. O principal suspeito do homicídio é o marido da vítima, que tem 23 anos.

De acordo com a Polícia Militar, os dois (suspeito e vítima) eram moradores de Paranaguá e passavam o Réveillon com familiares na casa onde o crime ocorreu. A vítima foi encontrada morta na piscina e a causa preliminar de morte seria afogamento (o Instituto Médico Legal ainda irá confirmar isso na autópsia).

Chamou a atenção dos policiais que atenderam a ocorrência, contudo, ferimentos no crânio da vítima. O marido então foi preso e teria confessado que espancou a esposa e depois a jogou para morrer afogada na piscina da residência.

Revoltados, familiares e amigos da vítima passaram a agredir o rapaz de 23 anos. Com muito esforço, os policiais conseguiram fazer cessar as agressões e encaminharam o suspeito ao Hospital Nossa Senhora dos Navegantes. Após ser atendido, ele foi autuado em flagrante e encaminhado à delegacia. A tendência é que responda na Justiça por feminicídio.

Mais detalhes sobre o caso, como o que teria motivado as agressões, ainda serão investigados pela Polícia Civil.

 

 

Fonte:  Bem Paraná