Ao Vivo

Marcelo D2, parentes e amigos prestam as últimas homenagens a Mr. Catra

11/09/2018 às 09:03.

O velório de Mr. Catra aconteceu ontem no Teatro João Caetano, Centro do Rio. Parentes e amigos foram até o local prestar as últimas homenagens ao funkeiro que deixou 32 filhos e 4 netos.

Os familiares mais próximos decidiram fretar um ônibus para que chegassem mais tranquilamente à cerimônia. Personalidades como Fernanda Montenegro e Zeca Pagodinho, a gravadora RapSoulFunk e o Ministério da Cultura foram algumas das pessoas e instituições que mandaram coroas de flores.

Marcelo D2 foi um dos primeiros a comparecer à cerimônia e falou sobre sua amizade de quase 30 anos com Catra. “A gente tinha uma relação muito próxima e até nascemos no mesmo dia. Comemoramos umas dez vezes nossos aniversários juntos (…) Ele já estava fraco, a família sofrendo, talvez tenha sido melhor descansar. Catra foi um cara super do bem, resolvido com as coisas dele. Cresceu no meio do funk, era respeitado pelo rap, pelo samba, por todo mundo. Uma fonte de luz gigante. Deixava todo mundo feliz, tinha sorriso e voz contagiantes”, lembrou o rapper.

O filho mais velho, Alan Domingues, de 27 anos, mais conhecido como MC Alandin, falou à imprensa sobre sua relação com o pai famoso. “Luto eterno. Uma pessoa maravilhosa, sempre foi de ajudar, companheiro, paizão, melhor amigo. Não estou acreditando. Não caiu a ficha, ainda. Ele descobriu a doença em maio, seguiu lutando, lutando, fazia um show ou outro, voltava para o hospital… No sábado, saí de casa 10h da manhã, ele estava bem, respirando, equipamentos funcionando direitinho. Quando fui almoçar, minha madrinha mandou um [emoji de] coração partido”, disse emocionado.

Wagner Domingues Costa, o Mr. Catra, tinha 49 anos e será enterrado na manhã desta terça-feira (11), às 10h, no Cemitério Jardim da Saudade, em Sulacap, Zona Oeste do Rio.