Maquiagem NÃO é a grande causadora de espinha, mas outro produto que todas usam

16/04/2019 às 14:53.

Pessoas acostumadas a cuidar da pele sabem que uma dica importante, difundida em todos os consultórios de dermatologia, diz respeito a sempre retirar corretamente a maquiagem do rosto antes de dormir e higienizar bem a região.

Essa etapa tão importante na rotina de skincare acabou criando um “mito” de que os produtos de maquiagem, como a base e o pó, seriam os grandes inimigos da pele, responsáveis pelo aparecimento de cravos e espinhas, mas o vilão pode ser outro. Entenda:

Acne: como se forma?

acne rosto roacutan 118 400x800 Kobzev DmitryshutterstockA acne consiste em um quadro inflamatório dos poros da pele. Apesar de ser uma condição dermatológica típica da juventude, não é raro que mulheres acima dos 25 anos também apresentem espinhas, a chamada acne na mulher adulta.

A diferença entre a acne da fase adulta e a da adolescência está principalmente na forma como ela se manifesta. “Nas adultas, a acne é de leve a moderada, não é comum ser grave como nos adolescentes”, explica a dermatologista Edileia Bagatin.

Segundo a médica, outra característica muito peculiar da acne da mulher adulta é que as espinhas aparecem na zona U (queixo, mandíbula e pescoço) não na T (nariz, testa e queixo). Além disso, a acne na mulher adulta também tende a ser vermelha e inflamada, com tamanho variado e dolorida. Apesar de se manifestarem de maneira distinta, a acne tanto na adolescente quanto na mulher adulta pede cuidados semelhantes.

O que pode causar espinhas?

maquiagem produtos beleza 217 400x800misuma / Shutterstock

Em palestra realizada em São Paulo, sobre o estudo “Modulação do Receptor Toll-Like 2 na glândula sebácea pelo tratamento da acne da mulher adulta”, a dermatologista Edileia Bagatin, professora da Unifesp (Universidade Federal de São Paulo), afirmou que a maquiagem nem sempre é a principal causadora de espinhas, mas, sim, o produto usado em sua remoção.

“Como se usa muita maquiagem, usa-se muito removedor”. Segundo a especialista, se a maquiagem é de boa qualidade, o problema reside nos removedores a base de álcool ou os oleosos, que podem irritar a pele quando aplicados com vigor, ou seja, muito atrito.

“Isso por que provocam inflamação que, na acne da mulher adulta, pode desencadear aparecimento de novas lesões inflamatórias ou piorar as já presentes. Os oleosos podem desencadear os cravos por obstrução dos orifícios de abertura das glândulas sebáceas na pele, conhecidos como poros”, explica Edileia.

Como limpar a pele após a maquiagem

rosto pele 400x800 0319Voyagerix/shutterstock

O que fazer para limpar a pele depois de usar a maquiagem? De acordo com a dermatologista, agentes de limpeza suaves são os mais indicados para evitar o surgimento de lesões na pele, como água micelar, loções e leites de limpeza e também os bifásicos.

Além desse cuidado na hora de remover a make, outros cuidados são válidos para manter a pele livre de espinhas:

  • evitar o toque excessivo no rosto para não levar sujeira e aumentar a oleosidade da face;
  • lavar o rosto, preferencialmente, duas vezes ao dia e após a prática de atividades físicas para não acumular impurezas no rosto;
  • não cutucar ou espremer espinhas e cravos;
  • beber água e manter uma alimentação rica em cereais, frutas, verduras, legumes integrais, castanhas e peixes;
  • manter a pele hidratada com cremes sem óleo;
  • evitar excessos de bebida alcoólica e cafeína – que desidratam a pele e aumentam os níveis de cortisol ;
  • manter uma boa rotina de sono;
  • praticar exercícios físicos regularmente para diminuir o estresse.