Ao Vivo

Mãe diz que filha foi internada em SP após brincar com ‘slime’ e ficar intoxicada

24/05/2019 às 09:32.

O relato de uma mãe viralizou nas redes sociais nesta quarta-feira (22): a filha de 12 anos foi internada em um hospital na cidade de São Paulo devido à intensa brincadeira com “slime”, a nova geleca, que a “envenenou”.

Relato de mãe viralizou nas redes sociais nesta quarta-feira (22) — Foto: Reprodução/Facebook

Há pelo menos um ano, o sucesso dos anos 1980 e 1990 foi gourmetizado, ganhou o nome de “slime” (em livre tradução significa “baba” ou “gosma”) e virou febre no mundo todo novamente. As crianças se interessaram pela alquimia da produção e, no Google, a expressão “slime receita” conta com 1,5 milhão de opções.

O slime é a massa colorida, de aspecto gosmento, que pode ser comprada em lojas ou produzida em casa. O bórax é um dos ingredientes usados, mas ele tem ácido bórico em sua composição e pode causar inchaço, vermelhidão e queimaduras no contato com a pele.

Se ingerido ou inalado em grandes quantidades, o bórax pode provocar ainda dor abdominal, náuseas, vômito e até hemorragia no sistema digestivo. O contato constante com as mãos pode levar a dermatites e desgaste das digitais, com potencial de provocar lesões.

Os riscos da brincadeira também já eram alertados pelos especialistas. Médicos explicaram em diversas reportagens que os produtos – em geral, cola, espuma de barbear, água boricada, bicarbonato de sódio, corante e ácido bórico – poderiam ser tóxicos em dosagens erradas.A venda do bórax chegou a ser proibida no Brasil.

Via G1