Mãe divulga rara condição da filha: ‘Que o mundo aprenda a não agir com preconceito’

02/04/2019 às 09:14.

A mancha que cobre quase todo o rosto da pequena Luna Tavares Fenner, nascida no último dia 7, surpreendeu sua mãe, Carolina Fenner, que não tem casos semelhantes na família. A condição, de fato, é rara. Chamada de nevo melanocítico congênito, ela afeta aproximadamente 1% dos recém-nascidos e ocorre devido a uma mutação nos melanócitos (células produzidas na crista neural ainda no embrião).

A criança ficou internada por uma semana num hospital da Flórida, nos Estados Unidos, onde sua mãe vive há sete anos. Após uma série de exames de ressonância magnética, os médicos constataram que a marca na pele de Luna não correspondia a um câncer.

View this post on Instagram

As soon as I was born, they took me to NICU (neonatal intensive care unit) because they needed to know what was that on my little face. Mom was in shock with everything and the hormones didn’t help. So, My grandma went to see me there after the labor 🥰 I stayed there for 6 days and after a lot of exams and doctors, they affirmed that wasn’t cancer 🙏🏽 That was the first battle we won ❤️❤️❤️❤️❤️❤️❤️❤️❤️❤️❤️❤️❤️❤️ Assim que eu nasci, eles me levaram pra UTI Neonatal porque precisavam ter certeza sobre o que era aquela mancha no meu rostinho. Mamãe ainda estava em choque e os hormônios também não ajudaram, então a vovó foi lá me encontrar depois do parto 🥰 Eu fiquei lá por 6 dias e depois de muitos exames e médicos, eles afirmaram que não era câncer 🙏🏽 Essa foi a primeira batalha que ganhamos #nevus #somostodosluna #nevusoutreach #birthmark #selfesteem #caringmattersnow #rareskincondition #bareyourbirthmark #mrelbank #browardgeneralhospital

A post shared by 🥰 Luna Tavares Fenner 🥰 (@luna.love.hope) on

No entanto, ainda que seja possível conviver normalmente com o nevo, sem apresentar doenças, existe o risco de ele se transformar em melanoma. Segundo especialistas, quanto maior for a pinta, maior é essa possibilidade. Por isso, Carolina explicou que optou por retirar o nevo cirurgicamente, e devem ser realizadas várias intervenções.

— Decidimos fazer as cirurgias por que a mancha no rosto dela é muito grande e tem risco de se tornar um melanoma. A exposição ao sol também pode contribuir para isso. Esse foi o principal fator. E ainda tem a questão do psicológico dela. Sabemos que ela poderia sofrer bullying na escola quando for mais velha, por exemplo.

Ela disse ainda que esses procedimentos devem começar quando a menina completar seis meses. Até lá, decidiu divulgar a condição com a qual a filha nasceu por meio de um perfil no Instagram chamado @luna.love.hope, com palavras em inglês referindo-se a “amor” e “esperança”, respectivamente.

— Começamos a fazer uma campanha de conscientização e já tiveram algumas pessoas que nos enviaram fotos com os rostos pintados, imitando a mancha da Luna — afirmou Carolina.

Seguidores enviaram fotos com os rostos pintados, imitando a mancha da Luna
Seguidores enviaram fotos com os rostos pintados, imitando a mancha da Luna Foto: Instagram / Reprodução

Como os procedimentos costumam custar pelo menos US $ 50 mil, de acordo com a mãe de Luna, a divulgação ajudará posteriormente a captar recursos para bancar as cirurgias.

“Eu quero que o mundo inteiro saiba mais sobre Nevus e, principalmente, aprenda a não agir com indiferença ou com preconceito só porque acha que alguma coisa ‘não é normal’ no seu ponto se vista”, escreveu a mãe na rede social.

— As cirurgias são muito caras e ela deve passar por elas até os 3 anos. Já fiz o pedido pelo plano de saúde, mas ainda não sabemos se o plano vai cobrir todos os custos.

View this post on Instagram

🇺🇸 => I got home very chubby and cute, but Mom's milk was decreasing 🐄 mainly because of stress… so I lost weight and I'm not that chubby anymore! Although this loss is normal in the beginning, I have to be very strong for surgeries that are coming soon 💪🏼 And mommy continues on the ‘almost impossible mission’ to try to make the most milk possible 😅 I hope she can, because I really like her milk 🥰 🐄🐄🐄🐄🐄🐄🐄🐄🐄🐄🐄 🐄🐄🐄 🇧🇷 => Eu cheguei em casa bem gordinha e fofinha, mas o leite da mamãe foi diminuindo 🐄 principalmente por causa de estress, por isso já perdi peso e não estou tão gordinha! Embora seja normal essa perda no começo, tenho que estar muito forte pras cirurgias que virão logo 💪🏼 Então minha mamãe continua na missão quase impossivel de tentar tirar o máximo de leite possível 😅 espero que ela consiga, pois eu gosto muito do leitinho dela 🥰 #nevus #somostodosluna #nevusoutreach #birthmark #selfesteem #caringmattersnow #rareskincondition #harvard #bareyourbirthmark #mrelbank #breastfeeding #mom #love #ellendegeneres #steveharvey #caldeiraodohuck #lucianohuck #michelleobama

A post shared by 🥰 Luna Tavares Fenner 🥰 (@luna.love.hope) on

Via: Jornal Extra