Lucas Lucco diz que não é de curtição, adora assistir série no sofá e quer namorar

13/03/2017 às 14:05.

Lucas Lucco está mesmo decidido a ser ator. Com participação na reta final de “Sol nascente”, o sertanejo deve retornar à telinha ainda este ano. “Vai rolar outro trabalho sim, mas não posso falar”, entrega o rapaz de 25 anos, encabulado com a insistência do repórter por mais detalhes: “A moça da Globo está ali, e ela não me deixa falar”. Enquanto a boa-nova não vem, ele segue estudando e cantando…

— Tinha sonhos, mas graças a Deus ultrapassei todos eles. Nunca imaginei tudo isso para mim. Não tenho mais lugar para chegar. Só quero poder continuar a fazer meu trabalho, em novelas. Não tenho mais aquela coisa de querer mais fãs. Até porque fama, para mim, nunca contou — ressalta ele, que já bateu ponto como office boy, pizzaiolo, garçom, cantor de restaurante e modelo.

Até o dia 21 — data em que se encerra o folhetim das 18h —, o mineiro de Patrocínio dará às caras na ficção como o veterinário Daniel, personagem que surge para atrapalhar o romance entre Milena (Giovanna Lancellotti) e Ralf (Henri Castelli). Tão logo soube da missão — um convite feito pelo diretor Leonardo Nogueira, com quem também trabalhou em “Malhação”, sua estreia —, Lucas solicitou que cancelassem parte de sua agenda de shows.

— Decidi que iria anular um pouco o lado musical para me dedicar à atuação — explica o artista, que passou por severos problemas psicológicos no ano passado, por conta do excesso de compromissos: — Quero me equilibrar. Não queria abrir mão de nada. Eu me espelho muito no Fábio Jr., sabe?

Cobiçado por netas, mães e avós — tal qual seu muso inspirador —, o jovem solteiro é clicado, volta e meia, com algum affair. Ele jura, porém, que não é de curtição. Nas horas vagas, o bonitão prefere um bom sofá diante de uma TV, já que é viciado em séries:

— Quero muito namorar, casar, ter filhos e permanecer casado. Mas hoje em dia isso é difícil, ainda mais na cidade grande. Lá no interior, é diferente.

Sobre as críticas que recebe em relação ao corpo malhado, ele é sucinto:

— O povo fala muito das minhas veias. As pessoas acham que eu escolho isso, e não é. É porque minhas pernas nasceram assim. Fazer o quê!?

Via:extra.globo.