Litoral vai ganhar unidade do Hospital Erasto Gaertner

21/02/2018 às 08:05.

O Hospital Erasto Gaertner, especializado no combate ao câncer, vai abrir uma unidade em Paranaguá, no litoral do Paraná. O compromisso entre a prefeitura e o governo estadual foi firmado nesta terça-feira.

Unidade do hospital será aberto em Paranaguá. Foto: Allan Costa Pinto.

Unidade do hospital será aberto em Paranaguá. Foto: Allan Costa Pinto.

O Hospital Erasto Gaertner, especializado no combate ao câncer, vai abrir uma unidade em Paranaguá, no litoral do Paraná. Segundo informações do governo do estado, o secretário de saúde do Paraná, Michele Caputo Neto, firmou compromisso com a prefeitura de Paranaguá para destinar os recursos para a abertura da unidade nesta terça-feira (11), em reunião com o prefeito da cidade litorânea, Marcelo Roque (PV), e com o superintendente do Erasto Gaertner, Adriano Lago.

A reivindicação da população da região é antiga e permitirá que centenas de pacientes façam tratamento contra o câncer em Paranaguá, sem a necessidade de deslocamento para Curitiba. “Hoje demos o primeiro passo para tirar este projeto do papel. Sabemos que é um sonho da comunidade e por isso estamos dando prioridade absoluta para viabilizar tudo ainda este ano”, afirmou Caputo Neto.

A ideia é implantar uma extensão do hospital, com um ambulatório avançado com uma série de serviços de na área oncologia. Entre os procedimentos previstos estão consultas especializadas e de triagem, sessões de quimioterapia oral, acompanhamento pós-operatório, curativos, além de outros serviços de baixa e média complexidade.

A Secretaria de Saúde estima que metade da demanda do Litoral possa ser atendida na unidade de Paranaguá, reduzindo assim a procura pela unidade na capital.

Interior

O ambulatório de Paranaguá será a segunda unidade avançada do Erasto Gaertner fora de Curitiba. A primeira está localizada em Irati, na região dos Campos Gerais, e foi inaugurada em outubro do ano passado. Ao todo, o governo estadual repassa R$ 2,4 milhões por ano em recursos de custeio para a manutenção dos serviços.

“A experiência de Irati é um sucesso. Os relatos são fantásticos e mostram que a descentralização dos serviços oncológicos tem contribuído muito para a melhoria da qualidade do tratamento dos pacientes”, declara o superintendente do Erasto Gaertner, Adriano Lago.

Uma comitiva da prefeitura de Paranaguá deve ir à Irati nos próximos dias para conhecer a unidade avançada e avaliar qual será a melhor forma de implantar a unidade no litoral. “Queremos primeiro conhecer o trabalho realizado lá. Depois, vamos avaliar qual prédio melhor se adequa às exigências sanitárias para abrigar um serviço deste porte em nossa cidade”, explicou o prefeito de Paranaguá.

Via: Tribuna do Paraná