Lei obriga pet shops a venderem apenas animais resgatados

14/08/2017 às 10:53. Comente esta notícia!

São Francisco, na Califórnia, acabou de aprovar um projeto de lei que proíbe a venda de cães e gatos em pet shops, a não ser que eles tenham sido resgatados. O Conselho de Supervisores da cidade votou por unanimidade para alterar o código de saúde local.

As novas regras só permitirão a venda de cães e gatos provenientes de grupos de resgate de animais ou então de abrigos, além de proibir a venda de animais com menos de 8 semanas de vida.

Segundo Katy Tang, uma das representantes do conselho da cidade, esta é uma forma não só de incentivar a adoção destes animais, como também de frear o comércio que se criou em torno dos bichinhos.

“Esta lei servirá para impedir a venda de animais feitas por criadores irresponsáveis, que só pensam na produção em massa e produzem cachorros e gatinhos como se estivessem em uma linha de montagem”, disse.

Os criadores licenciados não serão afetados pela nova regra, que pretende impedir preventivamente “as práticas desumanas e enganosas de criação em larga escala que fornecem animais para pet shops e diretamente aos consumidores, através de anúncios na internet”.

Imagens © Getty

Via: Hypeness