Ao Vivo

Justiça manda soltar policial civil que foi preso suspeito de ameaçar clientes em bar de Curitiba e dirigir bêbado

11 de junho de 2024

Foto: Reprodução

Por g1

A Justiça concedeu liberdade provisória ao policial civil Leandro Parizotto, no início da tarde desta terça-feira (10).

O policial foi preso em flagrante na noite de sábado, em Curitiba, suspeito de ameaçar clientes de um bar e na sequência dirigir bêbado.

Parizotto deverá comparecer bimestralmente em juízo, está proibido de se ausentar da cidade na qual reside por mais de 15 dias sem autorização e proibido a frequentar o bar onde a situação aconteceu.

Além disso, teve o porte e posse de armas de fogo suspensos por pelo menos 90 dias.

No documento, a Justiça considerou que, apesar dos indícios de autoria e de que a soma das penas dos crimes ultrapasse quatro anos, Parizotto é réu primário, tem bons antecedentes e não há, na investigação, “nenhuma circunstância que extravase a gravidade já inerente aos tipos penais em questão”.

André Romero, advogado responsável pela defesa do policial, afirmou que os fatos não aconteceram da forma como foi indicada no Boletim de Ocorrência (B.O) e que solicitou imagens do local da abordagem e do estabelecimento onde supostamente houveram as ameaças.

Leia mais