Jovem cai no sono e acorda com um gatinho no colo

08/04/2019 às 16:27. Comente esta notícia!

 

O jovem Ali Safa estava ansioso para poder aproveitar seu dia de folga. Seu único plano para o dia todo era sair de sua casa em Canberra, na Austrália e fazer alguma coisa ao ar livre.

Decidiu então ir ao jardim botânico da cidade para apreciar as plantas e tomar um pouco de Sol. Sem querer, acabou pegando no sono. Ao acordar, não estava sozinho.

“Eu estava tirando um cochilo na varanda de nossa casa e, como duas horas depois, acordei e a encontrei apenas dormindo de bruços”, diz Safa. “No começo, achei que ela fosse um rato.”

Uma gatinho branca pequeninha e fofa estava deitada no colo de Ali, ronronando feliz da vida.

Seu coração ficou amolecido igual gelatina quando ele olhou para orelhinhas cor-de-rosa e as patinhas sujas do bichano.

 

 

“Eu nunca tive um animal de estimação e sou um pouco solitário, então eu não tenho muitos amigos também”, disse Safa. “Enquanto ela dormia, eu continuava ouvindo o som que os gatos faziam e era a coisa mais fofa que eu já ouvi.”

O jovem sempre teve muitos gatos perambulando por seu bairro, mas ter um assim era diferente. A impressão que dava era que a gatinha tivesse escolhido o rapaz entre tantos outros.

Naquele momento, Ali tirou uma selfie rapidamente aproveitando que a gatinha estava dormindo, tomando cuidado para não acordá-la.

“Eu realmente não fiquei incomodado se ela tem pulgas ou qualquer coisa assim porque eu pensei comigo mesmo: ‘Se ela tem pulgas, eu provavelmente já tenho pulgas também, então seja qual for’”, disse Safa.

Quando ela finalmente acordou, o rapaz logo percebeu que o bichano tinha certas exigências. “A primeira coisa que ela faz é descer do sofá, olhar nos meus olhos e começar a miar sem parar por 20 segundos”, escreveu ele no Reddit. “Ela está obviamente com fome, então adivinha quem está dividindo as asas de frango que minha mãe fez?”

O gatinho comeu sua parte, e Ali levou-a para tomar banho logo em seguida. Após 10 minutos, o jovem percebeu que as manchas cinzas em seu pelo eram de fatos marcas de nascença, e não sujeira. O bichano foi paciente enquanto se banhava, e assim Ali começou a pensar em adotá-la.

Ali batizou a gatinha de Angel (anjo).

 

 

 

 

Ele a levou à uma clínica veterinária, onde constatou-se que a saúde dela estava em ordem. Depois passou num supermercado e comprou comida e brinquedos para sua filha recém-adotada.

“Tudo o que posso dizer é que ela é a gata mais divertida com a qual já pude brincar”, disse Safa. “Tudo o que ela faz é vagar em torno de mim o dia todo querendo carinho ou brincar.”

“Eu estaria no meu laptop trabalhando e ela só iria pular no meu teclado e se sentar entre os meus braços”, acrescentou Safa. “Pegá-la e colocá-la no chão não vai ajudar, porque ela só iria pular de volta até conseguir o carinho que ela quer.”

 

 

Fonte:  Portal do Animal