Ao Vivo

Jeiza é o grande destaque de “A Força do Querer”; 5 motivos que comprovam

26/05/2017 às 11:18.

Em “A Força do Querer”, novela das 21h da Globo, a personagem Jeiza (Paolla Oliveira) é uma das mais importantes da história. Ela se envolve com Zeca (Marco Pigossi), mas seu destaque vai muito além disso: policial e lutadora de MMA, a carioca quebra estereótipos de gênero e está bem longe de ser uma “mocinha indefesa”.

Jeiza vai contra os principais pontos fracos que a novela apresentou até agora – trama confusa, traições e gravidez falsa -, e pode até significar uma guinada no enredo. Veja por que a personagem está fazendo sucesso!

Qualidades de Jeiza em “A Força do Querer”

Policial com orgulho

Ela é uma das primeiras personagens femininas das novelas que são policiais por profissão. Com um tom autoritário e sério, Jeiza impõe respeito por onde passa, e prova que esse não é um cargo apenas para homens. Parte do Batalhão de Ações com Cães, ela ainda treina os animais para operações, sem medo de intimidar bandidos.

 

A personagem também luta MMA, e sonha em conquistar o cinturão e a ser profissional nas competições. Para isso, ela precisa balancear os sentimentos com o foco nos treinos, e há muita determinação para atingir esse objetivo. Jeiza nos ensina a não abaixar a cabeça para chegar onde queremos.

Preparação de Paolla Oliveira

Para interpretar Jeiza, a atriz Paolla Oliveira chegou a treinar jiu-jitsu 5 horas por dia, mudou toda a alimentação e ganhou uma nova forma física. Ela não usa nenhuma dublê nas cenas de luta, o que deixa tudo muito natural e verídico.

Independência amorosa

Focada em sua vida profissional, Jeiza nunca deu espaço para os sentimentos, embora seja bastante carinhosa. Agora, ao se encantar por Zeca, ela terá que repensar essa independência, sem deixar de seguir seus sonhos, mas curtindo também o novo amor.

Contraste com as outras protagonistas

A maior prova do destaque de Jeiza é a comparação com as outras duas protagonistas, Bibi (Juliana Paes) e Ritinha (Isis Valverde). Enquanto elas são românticas e completamente entregues ao amor, embora fiquem dependentes desse sentimento, a lutadora é indomável e dona de si, algo inédito em personagens principais das novelas.