Hospital em Pernambuco demite funcionário que divulgou imagens de Fábio Assunçã

28/06/2017 às 11:38.

O Hospital Memorial Arcoverde, de Pernambuco, informou por meio de nota que afastou por definitivo o funcionário que filmou e divulgou nas redes sociais um vídeo do ator Fábio Assunção alterado na recepção da unidade de saúde.

As imagens foram gravadas antes de o artista ser preso por desacato e dano ao patrimônio público na madrugada de sábado, após a festa de São João da cidade. Fábio Assunção estava no município para divulgar o documentário “Eu sonho para você ver”.

As imagens do funcionário mostraram a passagem do ator pelo hospital privado e exibiram outros pacientes. Muito alterado, Assunção não recebeu atendimento e saiu da unidade logo depois. A diretoria avaliou que o autor do vídeo espalhou a filmagem sem o consentimento e o conhecimento da chefia — o que viola o código de ética e a imagem do hospital e do artista.

O hospital lamentou o que chamou de “infeliz iniciativa” e condenou a atitude do agora ex-funcionário. Nas redes sociais, a namorada de Fábio Assunção, Pally Siqueira, afirmou que o empregado “teve que arcar com as consequências” de um “crime”.

“Da mesma forma que o Fábio assumiu o erro e disse que está disposto a pagar pelos seus atos, esse funcionário cometeu crime e faltou com ética e teve que arcar com as consequências dos seus atos”, escreveu a atriz, que lançou com o namorado um documentário sobre a tradição do samba de coco antes da confusão da madrugada.

Via:extra.globo.com