Hospital de tratamento de câncer infantil enfim será construído

14/03/2018 às 08:26.

Após três anos de espera, o primeiro hospital para crianças e adolescentes em tratamento contra o câncer do Sul do Brasil começa a ser construído em maio

Hospital esta construindo uma nova unidade com especialidade em oncopediatria. Foto: Marcelo Andrade

Hospital esta construindo uma nova unidade com especialidade em oncopediatria. Foto: Marcelo Andrade

Depois de três anos de espera, o primeiro hospital para crianças e adolescentes em tratamento contra o câncer do Sul do Brasil – o Erastinho – começa a ser construído no mês de maio. O espaço de 4.800 m² será instalado no complexo anexo ao Hospital Erasto Gaertner, que firmou nesta terça-feira (13) um convênio com o governo do Paraná para liberação de R$ 12 milhões destinados à obra. O valor representa 50% do custo total do projeto e o restante ainda depende de doações.

Segundo Adriano Lago, superintendente do Erasto Gaertner, o hospital já possui R$ 2 milhões em caixa e pretende intensificar suas campanhas a partir de agora para reunir o montante que falta. Ou seja, ainda faltam R$ 10 milhões para completar os R$ 24 milhões estimados como valor total necessário para a obra.

Para isso, a sociedade será incentivada a atuar como agente fiscalizador durante todo o processo de construção, acompanhando o trabalho e exigindo resultados. “Vamos disponibilizar em nosso site o orçamento completo da obra e teremos câmeras com filmagem 24 horas por dia acompanhando o trabalho. Tudo para garantir transparência porque esse projeto pertence à sociedade”, afirmou o superintendente.

De acordo com ele, a licitação para escolha da construtora responsável pela obra deve ser aberta nos próximos dias e encerrada no período de dois meses. Com a empresa escolhida, o trabalho pode ser iniciado imediatamente porque todos os projetos já estão aprovados. “Acreditamos que essa construção será rápida, até porque algumas paredes utilizadas no projeto já existem no prédio, então esperamos que tudo esteja pronto até o último trimestre de 2019”.

Estrutura

A nova estrutura contará com três pavimentos. No primeiro, serão instalados o lobby, ambulatório, recepção e área de convivência. Já no segundo, ficará o banco de sangue e o Espaço da Família, enquanto no último serão construídas as unidades de transplante de medula óssea, de internação e a Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

Além disso, Lago explica que o Erastinho será anexo ao Hospital Erasto Gaertner, no bairro Jardim das Américas, mas terá total independência. “Ele ficará dentro do nosso complexo hospitalar, mas terá recepção própria, com acesso diferente do hospital adulto, e uma equipe especial para atendê-lo”.

Como doar

Para contribuir com a obra do Hospital Erastinho, é possível realizar uma doação à campanha Mão Amiga por meio do site da instituição. Para isso, basta acessar o site, clicar no botão “Doe Agora” e preencher um cadastro. Ao final, será possível escolher um valor da contribuição a partir de R$ 15, que será transferido ao hospital por meio do PagSeguro. Quem não utiliza essa ferramenta para pagamentos pode clicar em “outras formas de doar” antes de acessar a página do cadastro e aguardar o contato da instituição.

Via: Tribuna do Paraná