Ao Vivo

Hospitais particulares de Curitiba restringem atendimento após alta demanda

20/08/2021 às 07:29.

Fachada do Hospital Marcelino Champagnat. Foto: divulgação.

Nesta quinta-feira (19) dois hospitais particulares de Curitiba estão atendendo com restrições em seus Pronto Atendimentos. O Hospital Nossa Senhora das Graças, que fica nas Mercês, informou que está priorizando pacientes com quadros clínicos mais graves e que trata-se de uma medida emergencial.

Em nota, o hospital informou que está com restrição no atendimento desde julho deste ano. “Isso devido ao plano de contingência da instituição aplicado quando o hospital atinge a sua capacidade máxima, que não se refere a apenas casos de covid-19. Para atendimento de pacientes covid-19 no HNSG, há uma unidade exclusiva, independente dos demais leitos destinados para as demais clinicas médicas”.

Outro hospital que também restringiu o Pronto Atendimento nesta quinta-feira é o Marcelino Champagnat, na região do Cristo Rei. “Em alguns momentos, o serviço atinge capacidade máxima instalada e, por esse motivo, o atendimento precisa ser restrito por algumas horas”, explicou a instituição, em nota.

O Hospital reforçou a importância da vacinação, que tem ajudado na queda do número de mortes. “Ainda é preciso manter os cuidados com a doença, como distanciamento, uso de máscaras e higienização constante das mãos com álcool em gel”, relembrou.

Lotação máxima em hospitais da rede SUS

Entre os hospitais que oferecem vagas pelo Sistema Único de Saúde, três estão com leitos de enfermaria lotados em Curitiba. São eles: Hospital da Cruz Vermelha, Hospital São Vicente Centro e Instituto Madalena Sofia.

Já entre leitos de UTI, não há nenhuma instituição com lotação máxima nesta quinta. Porém, o Hospital de Clínicas e o Hospital de Reabilitação estão com mais de 90% de seus leitos ocupados.

Via: Tribuna Do Paraná