Homem que esfaqueou Bolsonaro tem problemas mentais e não entende o que fez, diz juiz

28/05/2019 às 08:19. Comente esta notícia!

Juiz da 3ª Vara Federal de Juiz de Fora, Bruno Savino chegou a uma conclusão. O autor da facada em Jair Bolsonaro em setembro de 2018, Adélio Bispo de Oliveira, tem problemas mentais: sofre de Transtorno Delirante Persistente.

O magistrado se baseou em laudos solicitados pela defesa realizados por médicos particulares e, posteriormente, confirmados pela perícia oficial. A médica psiquiatra assistente de acusação da vítima, no caso o atual presidente Jair Bolsonaro, confirmou o diagnóstico. Em março, um laudo de perícia solicitado pela Justiça já apontava o transtorno.

Dessa maneira, concluiu-se pela inimputabilidade do réu. Isso significa que ele não tem plena consciência do que fez e que Adélio Bispo pode ser encaminhado a uma instituição de sanidade mental. Porém, por hora, o juiz federal determinou a permanência do acusado na Penitenciária Federal de Campo Grande (MS) até o julgamento da ação – para onde foi enviado no dia seguinte à prisão em flagrante.

LEIA MAIS EM TRIBUNA DO PARANÁ