Homem oferece lugar em primeira classe para mãe com bebê doente

13/12/2018 às 10:10.

O engenheiro industrial Jason Kunselman, de 46 anos, ofereceu a uma mãe que viajava com a filha doente um assento na primeira classe para que ela pudesse se adequar confortavelmente. Jason só não esperava que sua atitude acabasse viralizando nas redes sociais, tornando-o famoso da noite para o dia.

O norte-americano estava retornando para casa, em Philadelphia, num voo da companhia American Airlines quando conheceu a jovem Kelsey Zwick e sua bebê Lucy, de apenas 11 meses.

Numa entrevista ao portal Daily Mail, Jason disse que chamou à sua atenção o suporte de oxigênio ligado à garotinha. “Foi muito tocante ver aquela menininha ligada à máquina. Ela era tão pequenina. Vieram lágrimas aos meus olhos”, relatou. “Estava esperando que a moça sentasse na frente, já que ela tinha a máquina de oxigênio, mas vi que ela caminhava para a parte de trás do avião. Então, perguntei à aeromoça se ela não achava que a mãe com o bebê ficaria mais confortável no meu lugar. Esperava que o voo dela fosse melhor com mais espaço”.

A mãe de Lucy embarcou no voo para levar sua filha ao Hospital Infantil da Philadelphia, local onde ela nasceu prematura na 29ª semana de gestação e faz tratamento de uma severa e crônica doença pulmonar, advindas das complicações na gravidez.

Após aceitar trocar de lugar com Jason, Kelsey começou a chorar e logo também notou que o próprio homem estava chorando também. Muito agradecida, sentou-se com a filha num dos assentos da primeira classe, enquanto Jason ficou no fundo do avião. Após o voo, num post do Facebook, Kelsey agradeceu pela boa ação e gentileza do desconhecido:

“Para o homem do assento 2D. Hoje você estava viajando de Orlando para a Filadélfia. Eu não te conheço, mas imagino que você nos viu em algum lugar. Eu estava empurrando um carrinho, tinha uma bolsa de fraldas no meu braço e carregava uma máquina de oxigênio para minha filha.

Nós pré-embarcarmos no avião, nos aconchegamos em nosso assento na janela e fizemos piadas para os que nos cercavam sobre ter que sentar ao lado do meu bebê gritante, mas feliz. Foi então que a aeromoça veio e me disse que você estava se oferecendo para trocar de lugar. Você estava dando seu confortável assento de primeira classe para nós.

Não consegui conter as lágrimas, chorei pelo corredor enquanto minha filha Lucy ria! Parece que ela sentiu a real, pura bondade. Eu sorri e lhe agradeci enquanto trocávamos, mas não consegui agradecê-lo corretamente. Então, obrigada. Não apenas pelo lugar em si, mas por nos notar.

Por nos ver e perceber que talvez as coisas nem sempre sejam fáceis. Por decidir que você queria fazer um ato aleatório de bondade nos EUA. Isso me lembrou o quanto de bondade há neste mundo. Mal posso esperar para contar essa história à Lucy algum dia. Enquanto isso … vamos passando sua gentileza em frente. Passageiro do assento 2D, nos sentimos verdadeiramente inspirados pela sua generosidade.”

A publicação já acumula mais de 600 mil reações e 400 mil compartilhamentos!