Ao Vivo

Homem encontra carteira com R$ 1,2 mil e devolve para o dono

26/10/2017 às 08:10.

O que você faria se, mesmo endividado, encontrasse uma carteira com R$ 1.200 no meio da rua? No caso do analista de suporte técnico Milton Boese, de 36 anos, a resposta pareceu bastante simples. Mesmo com problemas financeiros, ele não pensou duas vezes e tratou de procurar o dono nas redes sociais para devolver o dinheiro. E, além de encontrá-lo, Milton ainda se deparou com um mar de mensagens e congratulações pelo ato de honestidade.

Milton encontrou a carteira no início da tarde da última terça-feira (24) quando foi ao banco no bairro Pinheirinho negociar algumas dívidas. Na saída, se deparou com a carteira no chão e com um grande volume de dinheiro no seu interior. No entanto, mesmo com os apertos de sua situação financeira, ele conta que nem chegou a cogitar a ficar com o valor.

“Na hora, eu tinha certeza que o dinheiro não era meu. Mesmo tendo acabado de ir resolver algumas dívidas no banco, alguém trabalhou por aquele dinheiro e não fui eu. Não é justo”, conta Boese. Segundo ele, além do susto, a primeira reação diante do achado foi procurar o dono. “Busquei em volta, perguntei para os guardadores de carro e não encontrei ninguém. Foi então que decidi ir para o Facebook”, explica.

A única pista do dono era o nome que estava na a carteira de motorista e alguns cartões de plano de saúde, além de um pequeno pedaço de papel com algumas contas que deveriam ser pagas. A partir disso, Milton tirou uma foto e publicou nas redes sociais. Em questão de minutos, sua caixa de mensagens ficou repleta de notificações não só de pessoas que compartilhavam a imagem em busca do dono do dinheiro, mas também de congratulações e elogios.

Para ele, a comoção coletiva em torno da história foi o que mais surpreendeu. “As pessoas vieram me dar parabéns por algo que deveria ser comum”, diz. “A gente tem que fazer o que é certo. Sempre cobramos tanto de todo mundo, mas é um ato que deve começar pela gente”.

Reencontro

Segundo Milton, encontrar o dono da carteira não foi complicado. Após publicar a mensagem na rede social, centenas de pessoas compartilharam a postagem e ele logo descobriu ter uma amiga em comum com quem havia perdido o dinheiro — um rapaz de 26 anos. A partir disso, o analista conseguiu o telefone e logo entrou em contato com o jovem.

“Quando liguei, ele havia acabado de se dar conta que tinha perdido a carteira”, relembra. “Estava com as filhas em um posto de gasolina, abastecendo, e percebeu que estava sem o dinheiro. Ele ia deixar o celular no posto como garantia quando eu liguei”.

O analista de suporte técnico conta que o rapaz estava bem nervoso na hora, ainda incrédulo com o que estava acontecendo — o que se repetiu quando os dois se encontraram. “Quando eu fui devolver, ele parecia não acreditar ainda. Parecia muito nervoso”, revela.

Para Milton, a boa repercussão do caso foi a melhor recompensa que poderia ter recebido. “Nem se eu tivesse gasto esse dinheiro ia valer tanto a pena quanto as coisas boas que estão me desejando. Mas, ao mesmo tempo, fico triste em ver que algo assim se tornou tão raro”, pondera.

Via: Tribuna do Paraná