Ao Vivo

Homem é preso suspeito de agredir, violentar sexualmente e manter companheira em cárcere privado, em Morretes

04/01/2021 às 19:00.

Foto: Divulgação/Polícia Civil

Um homem, de 27 anos, foi preso neste domingo (3), em Morretes, no litoral do Paraná, suspeito de manter a companheira em cárcere privado, sob violência sexual, tortura e agressões.

Ele foi flagrado agredindo uma assistente social idosa, ao tentar localizar a companheira, que havia fugido do cárcere, segundo a polícia. O suspeito ainda tentou resistir à prisão, e precisou ser perseguido pelos policiais até ser preso.

A mulher, de 28 anos, procurou a delegacia no sábado (2), após conseguir escapar do agressor, com a filha.

Ela relatou à polícia que aproveitou o momento em que o suspeito foi trocar o pneu do carro e escapou, alegando que iria com a menina ao banheiro. A polícia informou que foi solicitada a medida protetiva, e a vítima foi recebida em uma Casa Lar de Assistência Social.

De acordo com a polícia, a vítima disse que era agredida constantemente pelo suspeito com facas, espetos e socos, enquanto era mantida em cárcere. Ainda segundo a polícia, ela contou que sofria violência sexual com tortura, e que tudo era filmado pelo homem.

A vítima também relatou que era ameaçada de morte pelo companheiro.

O homem foi autuado em flagrante pelos crimes de sequestro e cárcere privado, direção perigosa, dirigir veículo sem habilitação, desobediência, resistência, ameaça e esbulho possessório.

Ele ainda deve responder por violência sexual mediante tortura, lesão corporal e ameaça em violência doméstica, de acordo com a polícia.

Fonte G1PR