Homem com 90% da pele tatuados diz que mulheres o rejeitam porque ele não é sarado

03/07/2019 às 08:15.

Matthew Whelan mudou o seu nome para King of Inkland King Body Art The Extreme Ink-ite, ou apenas Body Art Foto: Reprodução/Facebook(@OfficialKingBodyArt)

O homem mais tatuado do Reino Unido disse ser rejeitado pelas mulheres por não ter o corpo sarado como os participantes de um famoso reality em TV local.

Aos 39 anos, Matthew Whelan, que mudou o seu nome para King of Inkland King Body Art The Extreme Ink-ite, ou apenas Body Art, para os mais íntimos, tem 90% da pele tatuados.

A primeira tatuagem foi feita quando o britânico tinha 16 anos. Desde então, já foram dezenas de tatuagens, incluindo na parte branca dos olhos. Ele também removeu os mamilos, bifurcou a língua e gravou “marcas de mordida” nas orelhas.

A primeira tatuagem, aos 16 anosA primeira tatuagem, aos 16 anos Foto: Reprodução/Facebook(@OfficialKingBodyArt)

Em entrevista ao “Daily Star”, Body Art contou que não consegue se relacionar como nenhuma mulher há dois anos, quando terminou um namoro. Segundo ele, as mulheres têm preferido homens com corpos esculturais, mesmo que eles não tenham “conteúdo”.

“Muitas mulheres são rasteiras e só se interessam por homem com corpos parecidos com os dos participantes de Love Island”, protestou o britânico, citando o reality.

Body Art tem 39 anos
Body Art tem 39 anos Foto: Reprodução/Facebook(@OfficialKingBodyArt)
Body Art
Body Art Foto: Reprodução/Facebook(@OfficialKingBodyArt)

Body Art diz esperar formar uma família, mas afirma temer que as pessoas tenham “uma percepção diferente do conceiro de beleza e corpo perfeito”.