Há dez anos, RBD anunciava sua separação e chocava fãs do mundo inteiro

15/08/2018 às 09:00. Comente esta notícia!

Há dez anos, o grupo pop mexicano RBD rodava o mundo com a turnê “Empezar Desde Cero” quando os fãs foram surpreendidos com o anúncio da separação do sexteto. No dia 14 de agosto de 2018, o site oficial do grupo divulgou um comunicado que dizia o seguinte: “todo grande projeto necessita se transformar para transcender e hoje nós estamos iniciando esse processo.

Comunicamos que nossos próximos shows (..) marcarão o princípio dessa etapa final”. O que era “Empezar Desde Cero” virou, de repente, a “Gira Del Adiós”, que teve sete shows no Brasil e nenhum no México – para tristeza dos próprios integrantes. O último show aconteceria meses depois, em 21 de dezembro, em Madri, na Espanha.

Foto: Divulgação

Anahí foi uma das mais sentidas na época. Com mensagens postadas em fóruns, ela deixou claro que queria continuar e convocou fãs a protestarem contra o fim do grupo. E eles realmente fizeram isso. Em cidades de todo o mundo, houve passeatas nas ruas com cartazes pedindo que o RBD não se separasse. Não adiantou nada. “A questão não era que o grupo não acabasse. É que eu acreditava que tinha que dar um final digno a algo tão grande, e não foi assim. Essa era minha reivindicação”, a cantora disse anos depois, “Maite faltou a uns 50 shows. A verdade é que, para mim, parecia que tínhamos que dar um final muito mais digno. No México, nosso país, nunca voltamos a cantar. Tinha que ter uma despedida melhor para algo que nos deu tanto. Por Deus, agradeça ao que recebeu, faça um final digno, faça um final que as pessoas digam ‘uau, se despediram grandiosamente’. Mas foi: já se acabou, de um dia para o outro não existe, e todo mundo faz novelas. Para mim, sim, me doeu”.

Christian também se emocionou durante uma entrevista ao vivo no programa “La Oreja”. Comparou o fim do RBD ao fim do colégio, com memórias incontáveis e um carinho enorme entre os membros. “Claro que eu não quero que acabe. Acho que ninguém quer que acabe, mas, como disse Anahí, é importante para o grupo se despedir em um momento importante, porque cada um também tem que começar a caminhar sozinho”, declarou o cantor e ator.

Maite, na época, já estava gravando a novela “Cuidado Con el Ángel”, sua primeira protagonista na Televisa. Por conta do compromisso com a novela, ela realmente faltou vários shows da turnê de despedida do grupo, inclusive no Brasil. Naquele momento, cada um dos integrantes já se encaminhava para projetos solo. Em uma entrevista nos bastidores da novela, ela contou: “estava gravando mensagens para os fãs da Espanha, os fãs que estarão na turnê por lá [porque ela estaria ausente], dizendo ao público que os amo e sinto saudade, mas quando comecei a fazer não consegui, tive que esperar tipo uma hora, porque não conseguia parar de chorar”.

Muitos anos depois, Alfonso Herrera, o Poncho, contou que a decisão de se separar partiu dele. Alfonso nunca foi cantor e queria voltar a se dedicar à atuação. “O contrato acabava em 2008 e nós tínhamos que decidir se seguiríamos ou não. Eu queria continuar com outras coisas, queria atuar, que é do que eu gosto. Quando eu expus meu ponto diante dos executivos da Televisa, do Pedro Damián e dos meus colegas de grupo, foi tipo: cri cri cri. Porque o projeto não é mexicano: era comprado da Argentina. Se fosse continuar, teriam que comprar os direitos de novo na Argentina. E eu decidi que: ‘não, obrigado’. E nós tínhamos esse acordo: se um saísse, o grupo acaba, e isso foi respeitado, felizmente. Christopher também queria fazer outro tipo de coisas, e Maite já estava fazendo novela enquanto nós estávamos em turnê, então cada um estava começando a fazer suas coisas”, detalhou em entrevista.