Greve em Curitiba: acompanhe a paralisação dos ônibus

15/03/2017 às 07:52.

Foto: Guilherme Yohan / Redação Diário 98

Curitiba amanheceu nesta quarta-feira (15) com serviços parados no transporte, educação e coleta de lixo, entre outras áreas. As mobilizações têm em comum protestos contra a reforma na Previdência e devem prosseguir ao longo do dia.

A Urbs, empresa que administra o sistema de transporte público em Curitiba, obteve na Justiça do Trabalho, na noite desta terça-feira (14), liminar favorável para circulação de frota mínima nesta quarta-feira (15), dia de greve geral. Conforme a decisão da juíza Marlene Sugmatsu, vice-presidente do Tribunal Regional do Trabalho (TRT), devem circular 50% dos ônibus em horário de pico e 40% nos demais horários. O Sindimoc, sindicato dos trabalhadores do setor, ainda não foi notificado para o cumprimento da medida.

Moradores de outras capitais também enfrentam um dia de serviços parados. Em São Paulo, o metrô não funciona e os ônibus só começam a circular às 8h. No Rio, os trens operam normalmente, mas os ônibus não saem às ruas. Na capital mineira, o metrô também não irá funcionar. Informações do Estadão Conteúdo.

Foto: Guilherme Yohan / Redação Diário 98

Informações: Gazeta Do Povo