Globo de Ouro terá atrizes vestidas de preto para denunciar assédios sexuais em Hollywood

03/01/2018 às 16:20. Comente esta notícia!

O Globo de Ouro, no qual várias atrizes se vestirão de preto para denunciar o assédio sexual sofrido pelas mulheres em Hollywood, desencadeará nesta semana uma nova temporada de prêmios do cinema nos Estados Unidos marcada por protestos e reivindicações.

Com a opinião pública ainda “em choque” pela enorme quantidade de casos de assédio sexual que foram recentemente revelados, o mundo do entretenimento volta a desdobrar os tapetes vermelhos, começando com o Globo de Ouro neste domingo (7).

Conhecido por ser uma das festas mais divertidas e informais de Hollywood, além de inaugurar o calendário de prêmios que finaliza com o Oscar, o Globo de Ouro vem este ano não apenas com o desejo de festa, mas também com o anúncio prévio de que várias estrelas se vestirão de preto para gritar contra as agressões sexuais sofridas pelas mulheres.

Após o escândalo em torno do produtor Harvey Weinstein e a campanha “Me Too” que atingiu artistas como Dustin Hoffman, John Lasseter e Brett Ratner, a revista “People” revelou neste mês que Meryl Streep, Jessica Chastain e Emma Stone, entre outras figuras, desfilarão de preto na entrega da premiação como protesto contra o assédio em Hollywood.

Esta ação feminista não atrai somente as atrizes, uma vez que a estilista Ilaria Urbinati, que trabalha com Dwayne “The Rock” Johnson e Tom Hiddleston, afirmou recentemente que seus clientes também se vestirão de preto.

A campanha teve seus opositores, já que a atriz Rose McGowan, que acusou Weinstein de estuprá-la, chamou Meryl Streep de hipócrita por agora se unir a esse protesto contra as agressões sexuais após ter trabalhado com o produtor no passado.

Em qualquer caso, o Globo de Ouro será a primeira grande resposta pública e conjunta do mundo do entretenimento para a série de agressões sexuais em seu meio, mas não se espera que seja o único movimento este ano em Hollywood contra o machismo.

Fonte: G1