Ao Vivo

Ginecologista réu por abuso sexual contra 34 pacientes deixa prisão

8 de junho de 2024

Foto: André Volochen/RPC Maringá

Por g1

O ginecologista Hilton Cardim, réu por abuso sexual contra 34 pacientes, deixou a prisão na tarde desta sexta-feira (7) em Maringá, no norte no Paraná. Ele foi solto após conseguir um habeas corpus para responder ao processo em liberdade, com monitoramento por tornozeleira eletrônica.

A RPC registrou o momento em que ele deixou o Departamento de Polícia Penal da cidade junto do advogado Luiz Turchiari. Cardim estava preso desde o dia 11 de março.

O advogado do médico disse que Cardim também entregou o passaporte à polícia e que, por isso, não há necessidade de mantê-lo preso até o julgamento. A defesa afirmou também que o réu nega todas as acusações.

A Justiça aceitou a denúncia do Ministério Público do Paraná (MP-PR) contra o médico em abril, tornando Cardim réu. As investigações revelaram que os abusos aconteceram dentro do consultório dele.

Leia mais