Gatos ganham abrigo improvisado em meio à destruição da guerra na Síria

06/06/2018 às 09:10. Comente esta notícia!

Mohamad Alaa al-Jaleel mantém imóvel uma gata grávida para que possa ser examinada. Apaixonado por felinos, o sírio de 34 anos criou numa zona rebelde do país em guerra uma clínica improvisada para atender a estes animais. Desde 2017, o abrigo para gatos e sua pequena clínica, em Kafr Naha, na província de Aleppo, recebeu centenas deles, além de outros animais.

Foto: Pixabay

— Se quiser mostrar compaixão pelas pessoas, comece a ter compaixão por outros seres vivos — declara Mohamad Alaa Jalil, que batizou seu centro de “Ernesto”, nome de seu gato favorito.

Quando a guerra começou, virou motorista de ambulância, uma atividade que não o impediu de continuar alimentando os gatos. A medida que o conflito avançava, com a cidade dividida entre a zona rebelde e a zona do governo, muitos habitantes fugiram e abandonaram seus animais de estimação.