Ao Vivo

Garoto de 7 anos consegue computador para estudos vendendo minipizza

01/04/2021 às 08:54.

As redes sociais e o empenho de Francisco foram fundamentais para a venda das minipizzas — Foto: Arquivo pessoal

Foco é o sobrenome do Francisco! Com apenas 7 anos, esse garotinho começou a vender minipizza no bairro Tamandaré, em Guaratinguetá, interior de São Paulo.

O motivo é mais que nobre: comprar um computador para não perder as aulas online da escola.

O garotinho mostrou que não existe idade certa para empreender e criou a “Pizzas do Fran”. O sucesso do pequeno negócio e a motivação dele sensibilizaram tanto, que uma cliente resolveu dar um notebook de presente para o menino.about:blank

Determinação

Seara Santana, mãe do Francisco, disse que a ideia de vender minipizza para comprar o computador partiu dele.

Ela contou que tinha prometido o aparelho para o Natal, mas as dificuldades financeiras a obrigaram a adiar o presente. Porém, o garoto não aguentou esperar.

Seara conta que não esperava que o negócio do filho fosse dar tão certo. “No início, achei que não daria certo. Falei: ‘bom, se eu conseguir vender para, pelo menos pagar a primeira parcela do notebook, eu vou comprar’”, lembra.

Só que já na primeira semana, eles venderam 36 bandejas. “Na segunda, foram 74 e, nesta última, já temos 94 bandejas, com dez pizzas cada uma, reservadas. Tudo isso com o Francisco e eu trabalhando juntos”, afirmou Seara.

O sucesso aumentou depois que o próprio Francisco criou um perfil nas redes sociais para divulgar suas minipizzas.

No perfil, eles começaram a publicar vídeos, depoimentos de clientes e muitas fotos das pizzas. Lá, Seara também contou a motivação do filho para vender e isso fez com que a história viralizasse.

Presente

Foi por causa de um vídeo da página, onde Francisco conta a história dele, que uma cliente entrou em contato com Seara para presentear o garoto.

“Uma delas entrou em contato comigo durante a semana e disse que queria ajudar. Na hora, pensei que ela queria comprar as pizzas, mas ela disse que daria o notebook para o meu filho”, disse a mãe.

Francisco diz que ficou muito ansioso quando recebeu a notícia.

Futuro

E quem pensa que ele vai parar, se engana. O menino garante que continuará vendendo as minipizzas e, no futuro, quer se tornar um chef de cozinha.

“Nós não vamos parar por aqui. Vamos aproveitar que está dando tudo certo e continuar com o nosso negócio. O Francisco aprendeu a gostar da cozinha e agora quer ser um master chef. Ainda bem que estamos recebendo muitas demandas”, concluiu Seara.

Seara e Francisco começaram a vender minipizzas para que o garoto pudesse comprar um computador — Foto: Arquivo pessoal
Seara e Francisco começaram a vender minipizzas para que o garoto pudesse comprar um computador — Foto: Arquivo pessoal

Por Monique de Carvalho, da redação do Só Notícia Boa – Com informações de Blog do Silas.

Via: Só Notícia Boa