Fotógrafa mostra rotina de “supermãe” e post viraliza nas redes sociais

29/03/2018 às 10:49.

Maria Emilia Dinat comparou como os homens que ajudam nas tarefas de casa são vistos como “fantásticos”, enquanto o que é feito pelas mulheres é tratado com naturalidade

Fotógrafa mostra rotina de "super-mãe" na internet e post viraliza (Foto: Reprodução/Facebook)

Arrumar a lancheira, responder e-mails de trabalho, dar banho nos pequenos, lavar roupa, brincar com os filhos, levá-los à escola… Quem é mãe sabe como a rotina com as crianças é agitada (e muitas vezes cansativa). Foi justamente mostrando seu dia a dia corrido como fotógrafa e mãe de três que Maria Emilia Dinat, de 31 anos, viralizou nas redes sociais.

Na última quinta-feira (22), Maria postou uma série de fotos em que registrava algumas de suas tarefas diárias – como preparar o almoço para as crianças, pendurar as roupas no varal e trabalhar em esquema de home office. Bastou compartilhar as imagens em seus perfis no Instagram e no Facebook para que ela recebesse uma série de comentários de apoio de outras mulheres. “Me identifiquei… é muito bom saber que não estou sozinha nesse barco”, escreveu uma das seguidoras.

Mas nem todas as mensagens foram positivas. “Depois que postei, muita gente veio me falar que eu estava exagerando e que só queria ganhar parabéns, mas minha intenção não foi essa. Publiquei as fotos como um desabafo, um pedido de socorro. Queria mostrar que a divisão das tarefas de casa e dos filhos é desigual e que normalmente tudo acaba ficando nas costas da mãe”, explica a fotógrafa.

Mãe desabafa sobre solidão materna e papel dos "super-pais" (Foto: Reprodução/Facebook)

Além da repercursão online, a postagem de Maria Emilia teve resultados dentro de sua própria casa, em Araraquara, no interior de São Paulo, onde vive com o marido e os três filhos – de seis, quatro e um ano de idade. “Meu marido é um pai ativo e me ajuda bastante com as coisas em casa. Depois do post, ele ficou super chateado, mas entendeu que, ainda que ajudasse, era eu quem ficava com a maior carga de tarefas. Ele repensou a postura e agora está participando ainda mais das atividades das crianças e da casa”, conta.

A fotógrafa também aproveitou a oportunidade para fazer um desabafo sobre solidão materna e questionar o papel dos pais na criação dos pequenos. Ela compara como os homens que ajudam nas tarefas de casa são vistos como “fantásticos”, enquanto o que é feito pelas mulheres é tratado com naturalidade: “As mães cuidam de todo mundo, mas as pessoas esquecem que elas também precisam de cuidado. É muito importante que os familiares e os amigos também entendam que a mulher precisa ter alguém com quem contar e pedir ajuda, como uma rede de apoio”.

Via: Revista Crescer