Fotógrafa faz ensaio de crianças especiais e em fase terminal: “Quero mostrar que elas são valiosas e dignas de amor”

26/11/2018 às 09:23. Comente esta notícia!

“Eu já fotografei muitos bebês com doenças terminais, alguns nunca vão andar. Por isso, eu adoro criar cenários para que eles façam algo impossível como voar, pular em um trampolim ou andar de barco”, diz Angela Forker

Ensaio com crianças especiais (Foto: Angela Forken)

Depois de fotografar Madalyn Grace Solis, bebê que os médicos haviam aconselhado a mãe a abortar porque ela não sobreveveria depois do parto, a fotógrafa americana Angela Forker, 50 anos, criou o projeto Precious Baby (Bebês preciosos, em tradução livre). Madalyn viveu apenas 15 dias e um dia antes de morrer, tocou o coração de Angela. Os pais da menina queriam eternizar em imagens o amor que sentia por ela.

“O amor deles foi algo muito inspirador para mim. Ela viveu por 15 dias e, em vez de lamentar, os pais celebravam cada dia que tinham com Madalyn. Beijavam, abraçavam, conversavam. Foi uma mudança de vida para mim e tocou meu coração ver o quanto eles a amavam e como ela era o bebê mais lindo de todos os tempos”, disse Angela ao Metro UK.

Desde então, ela decidiu fotografar outras crianças especiais ou com doença terminal, usando tecidos e itens comuns. “Eu tenho uma grande coleção de material e sou mestre em usar objetos de uma maneira não tradicional”, diz. Outra coisa, ao invés de esconder as condições das crianças, os fios e tubos, Angela faz exatamente o contrário, deixando todos esses itens participarem da cena.

Ensaio com crianças especiais (Foto: Angela Forken)

“Eu já fotografei muitos bebês com doenças terminais, alguns nunca andam, então eu adoro fazer com que eles façam algo impossível, como voar, pular em um trampolim ou andar de barco. Espero ter cenas que incorporem a vida da criança e que permitam aos pais lembrar dos seus filho aqui na Terra. Tento levar em consideração os interesses da família ou do bebê”.

Um exemplo disso foi a foto acima em que ela transformou o capacete – usado para remodelar os ossos do crânio – em um capacete espacial. “Essas fotos tem uma grande missão que é ajudar as pessoas a verem bebês e pessoas com necessidades especiais de uma maneira diferente. Quero mostrar que elas são valiosas e dignas de amor”, diz. Veja outras fotos do projeto:

Ensaio com crianças especiais (Foto: Angela Forken)
Ensaio com crianças especiais (Foto: Angela Forken)
Ensaio com crianças especiais (Foto: Angela Forken)
Ensaio com crianças especiais (Foto: Angela Forken)
Ensaio com crianças especiais (Foto: Angela Forken)
Ensaio com crianças especiais (Foto: Angela Forken)