Foto de bebê com DIU enroscado nos cabelos ao nascer viraliza

29/08/2019 às 09:06.

A imagem de um bebê que acaba de nascer com o DIU preso aos cabelos viralizou nas redes sociais do mundo todo. Mas será que é mesmo possível? Veja o que dizem especialistas

Viralizou! Milhares de pessoas, incluindo médicos, estão compartilhando a foto do bebê — ainda sujo de sangue, recém-nascido — com o que parece ser um DIU enroscado aos cabelos. Uma das primeiras a postar a imagem foi Cadesia Foster, que está grávida e mora no estado do Alabama, nos Estados Unidos.

Cadesia disse à CRESCER que a mãe da criança foi uma das primeiras a comentar em seu post, com a imagem. No entanto, ela teria apagado o que escreveu pouco depois. “Talvez, porque a foto se tornou viral”, supõe. “Ela contou apenas que hoje o bebê tem 3 meses e que a foto foi postada inicialmente no Twitter”, afirma. Cadesia disse ainda que, segundo a mãe, os médicos tiveram que lavar o cabelo do bebê com muito cuidado para remover o DIU.

O post rendeu cerca de 40 mil compartilhamentos. “Dá para acreditar nisso?”, pergunta uma pessoa. “Você ainda quer colocar um?”, pergunta uma mulher, marcando o companheiro. Outras ainda relataram que seus DIUs também se moveram do lugar: “O meu foi parar no estômago”.

Afinal, é possível?

O obstetra Alexandre Pupo Nogueira, do Hospital Albert Einstein, não acredita que o DIU tenha saído junto com o bebê. “Basicamente, quando é identificada a gravidez, o DIU é removido ainda no início da gestação. Ele possui um fiozinho guia que permite, com uma pinça, puxá-lo pra fora. E isso, via de regra, não afeta o desenvolvimento da gestação. Não conheço casos em que o DIU tenha ficado na paciente gestante. Mas se ficar, ele ficará por fora da bolsa aminiótica, isto é, o bebê está protegido dentro dessa bolsa”, explica. “Uma vez que a bolsa se rompe, dependendo da posição, o DIU pode sair junto com a placenta, mas dificilmente junto com o bebê. Achei essa foto confusa”, completa.

Já o obstetra Domingos Mantelli, colunista da CRESCER, afirmou, por meio de suas redes sociais, que “sim, isso é possível de acontecer, apesar de muito raro”. Ele diz que as chances de o DIU falhar é menor que 1%. No entanto, nesse caso, “a gestação pode se desenvolver normalmente”. Ou seja, segundo ele, o DIU pode, sim, sair junto com o bebê no momento do nascimento. “Vale ressaltar que engravidar com o dispositivo aumenta o risco de abortamento, trabalho de parto prematuro e ruptura prematura de membranas (bolsa)”, diz. O obstetra ainda comenta que isso pode ocorrer com qualquer tipo de DIU. “Mesmo assim, continua sendo um dos métodos contraceptivos mais seguros, com menor risco de falha”, completa.

Agarrado ao DIU

Em 2017, uma foto semelhante também fez sucesso nas redes sociais. A imagem foi postada pela mãe, a americana Lucy Tyler, e mostra o pequeno Dexter agarrado ao DIU. Ela conta que usava o método quando engravidou. No entanto, o DIU não estava dentro da placenta, mas foi encontrado atrás dela. Então, a mãe resolveu “montar” a foto para mostrar que ficou grávida usando o método anticoncepcional.

Via: Revista Crescer