Ficar com o computador no colo pode fazer mal à saúde da pele; entenda

22/11/2017 às 08:56.

Dermatologista explica os problemas causados pelo calor proveniente dos eletrônicos

s (Foto: Thinkstock)

Final de semana em casa, Netflix no modo infinito e você deitada no sofá com o computador no colo. Show? Nem tanto. Ficar muito tempo com o calor da máquina no seu corpo pode, a longo prazo, causar uma doença chamada Eritema ab igne, que se manifesta através de manchas vermelhas na pele.

O dermatologista Luiz Perez, de São Paulo, explica que o problema tem aparecido com mais frequência nos últimos tempos. “O Eritema ab igne é causado por qualquer tipo de calor. Quem usa bolsa de água quente também pode ter a patologia. De qualquer forma, o aumento de casos nos últimos anos está relacionado ao uso excessivo de aparelhos eletrônicos.”

Região afetada pela doença (Foto: Reprodução)

E a questão não é só estética. “Além das manchas, que não têm um tratamento 100% eficiente, a probalidade de câncer de pele na região afetada aumenta”, explica Luiz Perez. “Outro problema causado pelo uso dos computadores e celulares é a luz branca do LCD, que confunde o cérebro e atrapalha o ciclo de sono. Alguns aparelhos têm uma função que deixa a tela amarelada depois de certo horário.”

PREVENÇÃO
O Eritema ab igne é visto como um problema grave, sim, mas pode ser facilmente evitado. O dermatologista conta que o ideal é apoiar o computador em uma superfície dura, como um livro de capa rígida. “O ar precisa circular, por isso a importância de um item firme entre o eletrônico e a sua pele, ou o travesseiro — que também causa um superaquecimento na região.”

Via: Revista Glamour