FAS pede ajuda! Apenas 30% das roupas doadas são masculinas

10/08/2017 às 08:18.
As peças masculinas são as menos doadas e as mais procuradas nos abrigo

Foto: Aniele Nascimento.

A urgência de produtos doados que podem ser repassados a pessoas necessitadas é constante no Disque Solidariedade, serviço da Fundação de Assistência Social (FAS) que recolhe produtos para fazer doações. E a bola da vez são as roupas masculinas. Mesmo com a campanha do agasalho da prefeitura batendo recorde neste ano, com 700 mil peças de roupas doadas, o número de peças masculinas está bem abaixo do necessário para atender a demanda.

“70% das roupas doadas são femininas. E, em algumas épocas, isso chega a 80%. O homem geralmente usa até furar, não se desfaz”, conta o coordenador do serviço, Marllon Mallassa. E o que mais preocupa é que a maioria das pessoas para quem as doações são destinadas são homens, sobretudo em situação de rua.

Segundo Mallassa, o problema não é de hoje. A percepção do órgão é que as mulheres se desfazem das roupas com maior frequência e são mais sensibilizadas pela campanha e pela ação de doar. “Sempre que possível, a gente pede para que as doações sejam de roupas masculinas. Estamos tentando sensibilizar também o público masculino, para que abram o coração e o guarda-roupas para quem precisa”, diz.

Mallassa ressalta que, diante da situação, a FAS acaba sendo obrigada a fazer um direcionamento mais seletivo na hora de distribuir essas doações. “Com o número de roupas que temos, tem que priorizar as maiores necessidades. Nesse momento, a gente tem colocado na frente quem está na rua e quem está nas casas de acolhimento da FAS, que são quem está em maior dificuldade”. E, nesses dois locais, o número de homens é superior ao de mulheres.

Para tentar suprir a necessidade, a FAS adotou uma estratégia diferente em 2017. Além da campanha tradicional, foram firmadas parcerias com indústrias da cidade para ampliar a coleta de vestuários masculinos. “A gente intensificou as campanhas em empresas para arrecadar mais roupas. Mantivemos os pontos que já existiam e fomentamos parcerias para atingir um público maior”, revelou.

Como doar

Quem tiver roupas para doar deve entrar em contato com a central de atendimento da prefeitura pelo telefone 156, informando sobre e o que será entregue. Uma equipe responsável entra em contato com a pessoa para agendar a coleta dos produtos.

Há a possibilidade também de doar diretamente na sede da FAS, na rua Eduardo Sprada, 4520, no bairro Campo Comprido. A unidade funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h.

Via: Tribuna do Paraná