Ao Vivo

Família do menino com nanismo doa para caridade os 2 milhões que foram arrecadados para ele

27/02/2020 às 08:31.

A família do menino australiano Quaden Bayles decidiu doar para caridade os mais de dois milhões de reais arrecadados na vaquinha virtual organizada pelo ator Brad Williams para que o garoto e seus familiares façam uma viagem à Disney. A decisão da mãe de Quaden veio à público por meio de uma entrevista concedida pela irmã dela, Mundanara Bayles, ao programa de TV Australiano NITV News.

Foto: Reprodução

“Qual criança não gostaria de ir à Disney, especialmente se você teve a vida do Quaden? Viajar para qualquer lugar divertido o faria esquecer de seus desafios diários”, disse a tia do menino. “Mas a minha irmã falou, ‘vamos focar no problema real’. Esse jovem tem sido alvo de bullying. Quantos suicídios na nossa sociedade não são decorrentes de bullying? Queremos que esse dinheiro vá para organizações que realmente precisem”.

Depois a tia de Quade revelou que o dinheiro será dividido entre duas organizações: Dwarfism Awareness Australia, que oferece suporte para pessoas com nanismo, e a Balunu Healing Foundation, que oferece apoio a jovens aborígenes australianos vivendo em situações precárias.

Também com nanismo, o ator Brad Williams criou a vaquinha virtual na página Go Fund Me após vir à público o vídeo compartilhado pela mãe de Quaden Bayles no qual o menino aparece chorando e dizendo que quer cometer suicídio pois não aguenta mais os atos de bullying constantes dos quais é alvo em seu colégio. Até o momento, a vaquinha já angariou US$ 473,967, mais de 2,1 milhões de reais.

Por conta da viagem oferecida pela vaquinha, Quade e seus familiares haviam sido convidados para assistir a uma partida de basquete da equipe Houston Rockets.

Relembre a história de Quaden:

“É isso que o bullying faz”, escreveu Yarraka Bayles na legenda do vídeo protagonizado por seu filho em meio a lágrimas. “Temos uma criança suicida que está cansada do bullying que sofre diariamente. É todo dia essa p***a e estamos cansados disso”, afirmou.

No registro com Quaden, o menino afirma: “Eu vou morrer agora… Me dê uma faca, eu vou me matar. Me dê uma faca para que eu possa enfiar no meu coração. Eu quero que alguém me mate… Eu quero morrer”.

A mãe do menino afirmou em entrevista à imprensa australiana que o ato mais recente de bullying contra o filho havia sido testemunhado por ela logo antes dela compartilhar o vídeo no qual o Quaden faz sua ameaça de suicídio.

Ela disse que chegou à escola dele para buscá-lo e o viu em meio a algumas meninas que estava fazendo piada com seu tamanho e passando a mão em sua cabeça como fosse um animal de estimação.

“Eu e a minha filha nos olhamos e fizemos sinais para ele, para saber se ele estava bem, ele indicou que não e me olhou aterrorizado, como se dissesse ‘não faça uma cena, mãe’”, relatou Yarraka Bayles.

“Era explícito que ele estava desconfortável, mas ele é muito bom em esconder seus sentimentos para que as pessoas não perceberem que ele está abalado, ele é forte e confiante, mas às vezes ele desmorona. Foi de partir o coração e me fez me sentir desamparada”, afirmou.

Wolverine e Luke Skywalker

O vídeo compartilhado pela mãe do menino chamou atenção do ator Hugh Jackman, que gravou um vídeo com uma mensagem para Quaden:

“Quaden, você é mais forte do que imagina, cara. Não importa o que acontecer, você tem um amigo em mim. Então pessoal, vamos ser mais gentis uns com os outros, bullying não é ok. A vida já é difícil suficiente, então vamos sempre lembrar, todas as pessoas já estão enfrentando algum tipo de batalha, então vamos ser mais legais”.

O ator Mark Hamill também se pronunciou em relação ao vídeo. Intérprete do herói Luke Skywalker na saga ‘Star Wars’ ele afirmou: “A crueldade é tão surpreendente quanto dolorosa”.

Em seguida ao vídeo, Quaden foi convidado a entrar no campo de uma partida de rugby na Austrália e foi aplaudido e celebrado pelos torcedores das duas equipes. Ele também ganhou suporte público de sua irmã, a modelo de 20 anos Guyala Bayles.

Via: Revista Monet