Exame de sangue vai ajudar em diagnóstico mais preciso da depressão

07/08/2018 às 09:37. Comente esta notícia!

Biomarcadores encontrados no sangue e na saliva são velhos conhecidos dos psiquiatras como ferramentas que colaboram na prescrição do melhor tratamento de um transtorno mental. Um novo estudo, porém, sugere um passo a mais: usá-los no diagnóstico dessas doenças, especificamente da depressão.

Foto: Thinkstock

Um estudo divulgado no fim de julho pelo periódico científico PNAS (Proceedings of the National Academy of Sciences of the United States of America) sugere um biomarcador específico, a Acetil-L-carnitina, como determinante para o diagnóstico da depressão. Embora a pesquisa seja incisiva na confiabilidade da fórmula, especialistas estão receosos.

Os exames de sangue que fazem a leitura dos biomarcadores estão disponíveis à população, mas o custo elevado e a vulnerabilidade diante a outros fatores contraindica o uso sem necessidade. Pessoas que fariam bom uso desses exames, segundo a médica psiquiatra Raquel Heep, seriam aquelas que ainda não encontraram o tratamento mais adequado.