Ao Vivo

Escolas esperam orientação do MEC pra decidir se aulas serão suspensas no Paraná

13/03/2020 às 09:22.

Com casos testados positivo para coronavírus em Curitiba, as escolas públicas e privadas do Paraná ainda aguardam determinação do Ministério da Educação (MEC) para uma eventual suspensão das aulas. O temor é que a aglomeração de alunos e professores crie ambiente propício para transmissão da doença no estado.

Foto: Pixabay

De acordo com a Secretaria de Estado da Educação do Paraná (Seed), não existe previsão de suspensão das aulas nas escolas do estado. Por enquanto, as ações são de orientação. “Ainda em fevereiro a Secretaria de Estado da Educação e do Esporte (Seed) encaminhou a todas as 2,1 mil escolas do Paraná orientação a respeito da prevenção ao novo coronavírus. Tais informações foram respaldadas pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesa). Também foi realizada webconferência com os servidores da rede sobre a nova doença. Ainda, a Sesa disponibilizou material gráfico para as escolas imprimirem e alocarem em seus murais, salas e corredores”, diz a pasta em nota.

Da mesma forma, o Sindicato dos Estabelecimentos Particulares de Ensino do Estado do Paraná (Sinepe-PR) – que representa as escolas particulares – diz que aguarda procedimentos federais dos órgãos de saúde e educação para qualquer movimento. “O Sinepe/PR informa que está repassando orientações alinhadas pelos órgãos de Saúde, para as escolas associadas, que tratam das medidas preventivas ao contágio dos diferentes tipos de gripes. A entidade reforça ainda que nessa semana tem um encontro marcado entre os dirigentes das escolas particulares e a chefe do Serviço de Vigilância Epidemiológica do Distrito Sanitário do Portão, para tratar especificamente do tema Coronavírus e tirar possíveis dúvidas”, diz em nota.

Na quarta-feira (11), o ministro da Educação, Abraham Weintraub, indicou que o MEC se prepara para pedir a suspensão das aulas em locais afetados. “Nós já estamos nos preparando para, caso venha a acontecer qualquer coisa, os danos sejam os menores possíveis. [Em] Uma cidade ou região que precise ter uma atenção especial, [nos preparamos] para que nós tenhamos pronto um plano de aulas remotas”, disse em vídeo.

Até a manhã desta quinta-feira, somente o Distrito Federal determinou fechamento das instituições de ensino, entre suas medidas restritivas. A unidade da federação confirmou dois casos de covid-19.

Via: Tribuna do Paraná