Ao Vivo

Escolas e Cmeis de Curitiba voltam às aulas de forma híbrida. Veja como vai ser!

03/08/2021 às 08:24.

Foto: Divulgação/SMCS.

Nesta segunda-feira (2), todas as 415 unidades (185 escolas e 230 Centros Municipais de Educação Infantil) da rede de ensino de Curitiba retomarão a oferta do ensino híbrido, com aulas presenciais somadas às videoaulas da TV Escola Curitiba. O atendimento dos 90 mil estudantes será escalonado.

Com a pandemia da covid-19, as famílias optaram pelas opções de ensino híbrido ou o exclusivamente remoto (videoaulas + kits pedagógicos individuais). Sessenta e cinco por cento das famílias escolheram o híbrido, e os 35% restantes, o remoto. As famílias também podem mudar de formato escolhido nos próximos meses, para isso é necessário comunicar a direção da unidade.

Volta segura

A secretária municipal da Educação, Maria Sílvia Bacila, explica que todas as unidades estão equipadas para receber as crianças e estudantes. Estão disponíveis tapetes sanitizantes, termômetros, totens de álcool em gel 70%, face shields para os profissionais e máscaras. As escolas e os CMEIs já passaram por serviços de sanitização.

+Leia mais! Tudo sobre a volta as aulas nesta etapa da pandemia de covid-19

“Seremos prudentes e cautelosos para garantir uma volta às aulas mais segura. Vamos monitorar a situação em todas as unidades e seguir as normas do nosso protocolo sanitário à risca. Enquanto durar a pandemia, a escolha continua sendo das famílias, que decidem se a criança vai frequentar a unidade presencialmente ou não”, pontua a secretária.

TV Escola Curitiba segue com os conteúdos na tevê aberta e no canal do YouTube. Os canais são o 4.2 (Rede Massa), 9.2 (Paraná Turismo) e 16.4 (TV Evangelizar).

Escalonamento

No dia 2 de agosto, voltam às atividades presenciais os alunos do 4º, 5º, 8º e 9º anos. A partir de 16 de agosto, retornam os estudantes do 1º ao 3º e do 6º e 7º.

“Sempre será respeitado o limite de até 50% da ocupação previsto no protocolo, porém, como o retorno está escalonado por ciclos, a ocupação média ficará bem abaixo desse número”, frisa a secretária.

Na Educação infantil, de 2 a 13 de agosto, voltam às unidades as crianças dos prés I e II e único, bem como as do Maternal II. E a partir de 16 de agosto podem voltar ao presencial (no formato híbrido) os berçários e as turmas de Maternal I.

Principais cuidados:

– Uso obrigatório de máscara para profissionais e estudantes

– Totens e frascos de álcool gel disponíveis

– Horários de entrada, saída, refeições e intervalos escalonados para evitar aglomerações

– Interdição de bebedouros coletivos

– Distanciamento social de 1,5 metro

– Desinfecção de mobiliário e materiais em geral com álcool 70%

Via: Tribuna Do Paraná