Ao Vivo

Equipes médicas aplaudem pacientes curados do coronavírus após alta

03/04/2020 às 08:25.

Vídeos compartilhados na internet mostram o momento em que dois pacientes que tiveram Covid-19 são aplaudidos por equipes de saúde ao receberem alta dos hospitais onde estavam internados.

Diagnosticados com Covid-19, pacientes são aplaudidos por equipes médicas ao receberem alta em Ribeirão Preto e Jaboticabal, SP — Foto: Reprodução/Redes Sociais

As imagens foram feitas nos hospitais Ribeirania, em Ribeirão Preto (SP), e Santa Isabel, em Jaboticabal (SP). As duas cidades têm duas mortes registradas em razão de complicações causadas pela doença.

Segundo o hospital de Ribeirão Preto, o paciente é um engenheiro de 41 anos. Ele foi internado no dia 24 de março e passou sete dias na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI). Com a boa evolução do quadro clínico, o homem pode ir para casa nesta quinta-feira (2).

Ainda de acordo com a unidade de saúde, ele recebeu orientações para o dia a dia e deverá permanecer em isolamento domiciliar.

Na saída do hospital, com o rosto parcialmente coberto pela máscara, o paciente recebeu o apoio dos profissionais de saúde, e agradeceu. Uma das médicas responsáveis pelo atendimento ficou emocionada.

“Ver você indo para casa, a gente te dar alta, é uma vitória”, disse.

Jaboticabal

A cena emocionante se repetiu na quarta-feira (1º), em Jaboticabal. A paciente, que ficou cinco dias hospitalizada, recebeu o carinho da equipe. No dia 17 de março, ela passou a ser acompanhada em casa após retornar de um cruzeiro.

Segundo a administradora hospitalar Arlene Caiafa, a mulher foi orientada quanto aos sintomas da doença e procurou atendimento em um centro de referência após apresentar desconforto respiratório.

“Com os exames feitos no centro, foi visto que ela precisava de oxigenoterapia. Ela foi internada, ficou cindo dias recebendo oxigênio, todos os cuidados médicos, e teve alta”, diz.

Segundo Arlene, o isolamento domiciliar inicial fez a grande diferença na evolução do quadro clínico, desde a manifestação dos sintomas até o tratamento.

“Ela atendeu todas as nossas solicitações. Quando apareceu o sinal, o sintoma, ela já estava orientada e ele veio rapidamente ao centro de referência. Ela recebeu o medicamento, o tratamento, oxigênio. O isolamento mais rápido contribuiu para a recuperação melhor”, afirma.

Via: G1