Ao Vivo

Enfermeira encontra bebê que ajudou a salvar: hoje ele é médico

04/09/2018 às 09:05.

A vida dá muitas voltas e no caso de uma enfermeira da Califórnia, nos EUA, trouxe uma boa surpresa.

Vilma Wong nunca esqueceu de um bebê prematuro que ajudou a cuidar e salvar no início de sua carreira.

A coincidência é que 28 anos depois ela se reencontrou com o paciente, agora um médico residente, no mesmo hospital onde ele nasceu e foi atendido.

Vilma Wong e o Dr. Seminatore Foto: USA Today

A história ganhou força em um post no Facebook do Hospital Infantil Lucile Packard, que faz parte da Universidade de Stanford.

A postagem conta que Vilma reconheceu o nome do residente pediátrico Brandon Seminatore no hospital.

História

Seminatore nasceu na unidade de tratamento intensivo neonatal do hospital, 29 semanas após a gravidez da mãe.

Ele pesava apenas dois quilos.

“Após quase 30 anos, Vilma reconheceu o nome de Brandon. Que memória!”, diz o post.

Vilma Wong, de 54 anos, contou ao The Mercury News que viu alguém visitando pacientes que não haviam feito o check-in na enfermaria.

Ela perguntou quem ele era e achou o nome familiar. Ela perguntou e ele disse então que havia nascido de parto prematuro naquele hospital.

Ela achou que se lembrava dele e perguntou se o pai dele era policial.

“Houve um grande silêncio”, ela disse, “Então ele perguntou se eu era Vilma”.

Brandon Seminatore passou 40 dias em UTI quando criança.

Hoje ele é maior e mais forte, mas Wong diz que ele tem os mesmos olhos escuros e expressão alerta.

Amor pelo que faz

Wong diz que ama seu trabalho e não tem planos de se aposentar. Ter a oportunidade de conhecer um bebê que ela alimentou torna o trabalho ainda melhor, ela disse.

“Como enfermeira é uma recompensa”, revelou.

O post do hospital no Facebook atraiu mais de 700 comentários, centenas deles de pais e colegas profissionais de saúde elogiando a habilidade e dedicação de Vilma Wong.

“Vilma era a enfermeirada minha filha, eu simplesmente a amo!” disse Monica Rodriguez Regalado.

“Ela tem um lugar muito especial em nossos corações !!!”

Brandon Seminatore disse ao Mercury News que ele não sabe ao certo se suas primeiras semanas tiveram um papel importante em sua decisão de se tornar médico. Mas ele ficou impressionado com Vilma Wong.

“Conhecer Vilma foi uma experiência surreal”, disse ele. “Ela se preocupa profundamente com seus pacientes, a ponto de lembrar o nome de um paciente quase três décadas depois”, concluiu.

Com informações MSN/USA Today