Enfermeira amarra bebê de 5 meses na cama do hospital, para ir tomar café

06/02/2019 às 18:44.

Foto: CEN.

 

O caso percebido pela mãe do bebê Fran, tem gerado indignação em todo o mundo. Por conta de um rotavírus os gêmeos Fran e Filip estavam internados no hospital Alemka Markotic, em Zagreb na Croácia.

Os pequenos precisaram ficar sob cuidado por conta de uma infecção causada pelo vírus, que tem por sintomas vômitos e diarreia. Com a internação, a mãe dos gêmeos Ana Trescec precisou se dividir entre os cuidados com os bebês e também com sua filha mais velha, que tem epilepsia.

Ana estava cuidando do Filip e ao sair para ver o outro gêmeo, ela ficou em choque ao constatar que Fran estava amarrado à cama do hospital. Além disso, a fralda do pequeno estava cheia de cocô e o xixi, e parecia estar nessas condições por um tempo considerável, porque já havia até vazado e molhado toda a cama.

 

Foto: CEN.

 

Foto: CEN.

 

A mãe croata desabafou sobre sua indignação ao ver o filho de apenas cinco meses desta maneira. “Eu fiquei sem ar, profundamente chocada. Os genitais do Fran estavam muito vermelhos e havia até feridas. Eu ainda me sinto muito mal só de lembrar da cena”, disse Ana em entrevista a agência de notícias Central European News.

Ana Trescec fotografou como seu filho estava para que pudesse denunciar o caso, cuidou do pequeno e depois foi confrontar a enfermeira. A profissional afirmou para Ana que amarrou o bebê para que pudesse sair para tomar café. Ela ainda disse: “Não dá para esperar que eu troque a fralda dele a cada cinco minutos!”.

 

Irmãos gêmeos internados no hospital. Foto: CEN.

 

Ana Trescec denunciou o caso nas redes sociais e a história gerou grande indignação. O hospital pediu desculpas para a mãe, mas afirmou que os gêmeos estavam sendo bem cuidados. Após a denúncia de Ana, o Ministério da Saúde da Croácia informou que irá investigar o hospital.

 

Fonte: Bebê Mamãe.